Benfica carimba passaporte para Liga Europa e elimina Zenit

Águias venceram russos por 3-0 e garantiram passagem para a Liga Europa.

O Benfica recebeu e venceu esta terça-feira os russos do Zenit por 3-0, em jogo da sexta e última jornada do grupo G da Liga dos Campeões de futebol, apurando-se para a Liga Europa.Já sem possibilidades de seguir em frente na champions, restava ao Benfica lutar pela presença na Liga Europa e cedo adiantou-se com o golo de Cervi, aos nove minutos. Pizzi, aos 58, na conversão de uma grande penalidade, que ditou ainda a expulsão de Douglas Santos, por acumulação de amarelos, e Azmoun, aos 79, na própria baliza, aumentaram a vantagem 'encarnada'.

O resultado garantiu ao Benfica o terceiro posto no grupo G com sete pontos, os mesmos que o Zenit, que caiu para o quarto lugar depois de o Lyon ter empatado 2-2 na receção ao Leipzig, com os franceses a assegurarem o segundo lugar com oito pontos, enquanto os alemães já tinham garantido o primeiro, vencendo o grupo com 11 pontos.

Aos seis minutos de jogo, Rúben Dias cometeu falta sobre Dzyuba e esteve perto de ver o primeiro cartão amarelo do jogo. Um minuto depois, apertado pela pressão de Ivanovic e Karavaev num ataque do Zenit, Tomás Tavares atirou para fora.

Na jogada seguinte, o Benfica ganhou um canto, mas não causou qualquer perigo à baliza dos russos. Numa altura em que os adeptos do Zenit não param de cantar no Estádio da Luz, aos 14 minutos Carlos Vinícius esteve perto de inaugurar o marcador para as águias, ao aparecer nas costas da defensiva da equipa russa. Dois minutos depois foi a vez de Pizzi estar perto do golo. O camisola 21 rematou perto da meia lua da grande área do Zenit e a bola passou rente ao ferro.

Logo a seguir foi Chiquinho quem esteve perto do golo. Aos 16 minutos, Douglas Santos levou cartão amarelo por desviar a bola do controlo de Pizzi com a mão, quando o jogador estava a construir um ataque perigoso para os encarnados. O livre, a 25 metros da baliza do Zenit, acabou nas mãos do guarda-redes russo.

Findo o primeiro quarto de hora é o Benfica quem está melhor no jogo. Aos 25 minutos, Taarabt fez um túnel a Barrios, mas acabou por sofrer falta. Dez minutos depois, num lance perigoso do Zenit, valeu ao Benfica o guarda-redes Odysseas, que estava atento ao lance. Serdar, logo a seguir, conseguiu fazer um remate que saiu perto do poste direito da baliza das águias.

A sete minutos do intervalo, o jogo continuava empatado a zeros, mas os encarnados mantinham os russos encostados à zona defensiva. Aos 44 minutos, Seferovic começou a fazer exercícios de aquecimento com intensidade.

Logo aos 2 minutos da segunda parte, Carlos Vinícius abriu para Pizzi e o capitão das águias assistiu Cervi, que encostou, já na pequena área, para o fundo da baliza do Zenit. Aos 52 minutos, Gabriel rematou forte e colocado à baliza do Zenit. Valeu aos russos a defesa do guarda-redes de Kerzhakov, que afastou a bola para canto.

A fazer um grande jogo, o marroquino Taarabt voltou a fazer um túnel a um adversário aos 54 minutos. Um minutos depois, Douglas Santos desviou a bola com o braço dentro da grande área do Zenit. O árbitro mostrou-lhe o segundo cartão amarelo, e consequente vermelho, e assinalou grande penalidade. Chamado a marcar o penálti, Pizzi não desperdiçou e fez o 2-0. É o sexto golo sofrido pelos russos neste período de tempo.

Aos 64 minutos, Cervi teve tudo para fazer o golo, mas desperdiçou a oportunidade após passe de Pizzi e com o guarda-redes fora da posição. Osorio cortou sobre a linha de baliza. Dois minutos depois, Carlos Vinícius fez um remate forte à malha lateral da baliza dos russos, com Kerzhakov a controlar.

Na sequência de um pontapé de canto, aos 77 minutos, o Zenit esteve perto de marcar. Valeu ao Benfica uma grande defesa de Odysseas. Estava dado o aviso dos russos. Um minuto depois, Vinícius teve tudo para fazer o 3-0, após um grande passe de Pizzi, mas falhou. Logo a seguir, na sequência do canto que os encarnados ganharam depois deste lance, o ponta de lança iraniano Azmoun marcou na baliza errada.

Aos 80 minutos, Gabriel foi substituído por Samaris e Servi por Seferovic. Nove minutos depois, Carlos Vinícius saiu para dar lugar a Caio. O jogo terminou com a vitória do Benfica, por 3-0. Os encarnados garantiram a passagem para a Liga Europa.

Onze do Benfica: Odysseas; Grimaldo, Ferro, Rúben Dias, Tomás Tavares; Gabriel, Taarabt, Cervi, Pizzi; Chiquinho e Vinícius.

Onze do Zenit: Kerzhakov; Osorio, Ivanovic e Douglas Santos; Karavaev, Erokhin, Barrios, Ozdoev e Shatov; Azmoun e Dzyuba.

Suplentes do Benfica: Zlobin, Caio Lucas, Jota, Seferovic, Samaris, Jardel e Nuno Tavares.

Suplentes do Zenit: Vasyutin, Smolnikov, Mak, Kranevitter, Musaev, Vorobyov e Sutormin.

Outras Notícias

Patrocinado

Apoio de

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de