Espanhol Pako Ayestarán deixa comando técnico do Tondela

A saída do treinador acontece a oito jornadas do fim do campeonato e três dias depois de o Tondela ter perdido no terreno do líder FC Porto.

O espanhol Pako Ayestarán deixou, esta quarta-feira, o comando técnico do Tondela, após seis jogos sem vencer no campeonato e da goleada por 4-0 com o FC Porto, anunciou o 16.º e antepenúltimo classificado da I Liga de futebol.

"A CD Tondela - Futebol SAD vem por este meio informar que decidiu colocar um ponto final na ligação com Pako Ayestarán", lê-se no comunicado do clube.

A saída do treinador de 59 anos acontece a oito jornadas do fim do campeonato e três dias depois de o emblema tondelense ter perdido no terreno do líder FC Porto, para a 26.ª jornada, naquele que foi o sexto jogo seguido sem vencer para o campeonato (cinco derrotas e um empate).

Na próxima jornada, o Tondela recebe o Arouca, no sábado.

No mesmo comunicado, o clube viseense destacou o percurso 100% vitorioso na Taça de Portugal, deixando-o muito perto da final, após o triunfo por 3-0 na receção ao Mafra, da II Liga, na primeira mão das meias-finais, e o 12.º lugar na edição de 2020/21 da I Liga.

"Chegado há cerca de época e meia, num total de 68 jogos oficiais pelo nosso clube, Pako Ayestarán fica na história do Tondela após a tranquila manutenção na temporada transata e, esta época, pela inédita qualificação para as meias-finais da Taça de Portugal", rematou o clube, que remete para "breve" o anúncio da futura equipa técnica.

Pako Ayestarán, que coadjuvou Quique Flores no Benfica, em 2008/09, chegou ao Tondela depois de ter orientado os mexicanos do Estudiantes Tecos, Santos Laguna e Pachuca, os israelitas do Macabbi Telavive e os espanhóis do Las Palmas e do Valência, no qual sucedeu a Nuno Espírito Santo.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de