Cambalhota em cima dos 90'. FC Porto vence Estoril e aproveita deslize do Sporting

Dragões venceram o Estoril por 3-2 e aproveitaram a oportunidade de entrar em 2022 com a liderança isolada da I Liga. Veja os golos.

O FC Porto isolou-se este sábado no comando da I Liga ao vencer em casa do Estoril Praia por 3-2, num jogo da 17.ª jornada em que esteve a perder por 2-0.

O Estoril marcou o primeiro golo depois de Corona ter falhado um corte. A bola sobrou para Arthur Gomes, que ganhou espaço e rematou com potência. O esférico desviou em Mbemba e fez um arco que traiu Diogo Costa.

Cinco minutos depois, o árbitro assinalou o castigo máximo por falta sobre Chiquinho na grande área portista. O médio estorilista André Franco não falhou e converteu uma grande penalidade. Bola para a esquerda, Diogo Costa para a direita e estava feito o 2-0 para o Estoril.

Os dragões entraram com tudo na segunda parte e reduziram a desvantagem logo aos 49 minutos. Luis Díaz tentou o primeiro remate, insistiu e cruzou para Evanilson, que viu Thiago Rodrigues negar-lhe o golo com uma defesa quase impossível. Mas Taremi apareceu para a recarga.

Aos 84 minutos, Luis Díaz recebeu um passe curto de Taremi no interior da grande área estorilista, mudou de velocidade perante a oposição de Soria e disparou rasteiro, com o pé esquerdo, para o fundo da baliza de Thiago.

A reviravolta no marcador seria assinada aos 89 minutos, por Francisco Conceição. Um suplente de luxo que apareceu na área para desviar o cruzamento do colega colombiano.

Aproveitando a derrota do Sporting em casa do Santa Clara (3-2), o FC Porto isolou-se no comando da I Liga, com 47 pontos, mais três do que os leões e 10 do que o Benfica, que tem menos um jogo, enquanto o Estoril Praia se mantém no quinto posto, com 25.

Aos 7 minutos, Thiago encaixa, com segurança, um cruzamento rasteiro de Wendell, feito à esquerda, em direção à zona entre o guarda-redes e a linha defensiva estorilista. Quatro minutos depois, um cruzamento venenoso de Chiquinho criou uma situação de perigo junto da baliza do FC Porto.

Por pouco, aos 12 minutos, o guarda-redes do Estoril não ofereceu o primeiro golo aos dragões. Sete minutos depois, Coly tem uma entrada dura sobre Taremi. O árbitro ainda foi ao bolso, mas acabou por ficar-se por um aviso. Thiago Silva, aos 27 minutos, tirou, com a mão esquerda, o golo a Luis Díaz. É canto para os azuis e brancos.

Ao minuto 30, um grande lance e remate de Chiquinho acaba com a bola no fundo das redes do FC Porto, mas o lance ainda vai ser analisado pelo VAR. O golo acabou anulado por fora de jogo. O jogo mudou depois deste golo anulado. O Estoril percebeu que conseguia chegar perto da baliza adversária e os dragões perderam confiança.

Arthur, aos 38 minutos, inaugura um marcador com um golaço no Coimbra da Mota. O remate ainda sofreu um desvio, que acabou por trair o guarda-redes Diogo Costa.

Dois minutos depois do golo, Wendell tem uma entrada fora de tempo sobre Chiquinho e o árbitro assinala penálti a favor do Estoril. Chamado a converter, André Franco não desperdiçou e marcou! Uma grande penalidade irrepreensível do camisola 10 do Estoril.

O árbitro dá quatro minutos de compensação nesta primeira parte. Final da primeira parte no Estádio António Coimbra da Mota.

Recomeçou o jogo. Aos três minutos desta segunda parte, Taremi reduziu a desvantagem do FC Porto. Grande entrada da equipa de Sérgio Conceição nesta segunda parte.

Aos 52 minutos, grande defesa do guarda-redes do Estoril. Na recarga, Otávio não conseguiu acertar na baliza. Sete minutos depois, mais uma defesa incrível do guarda-redes brasileiro da equipa da casa a evitar o segundo dos dragões.

O FC Porto está a ser avassalador nesta segunda parte. Aos 62 minutos, novo golo anulado ao Estoril. Rui Fonte marcou com um cabeceamento, na sequência de um pontapé de canto, mas António Nobre assinalou uma falta de Gamboa e invalidou o lance. O jogador do Estoril acabou por ver o cartão amarelo por protestos.

Aos 84 minutos, Luis Díaz empata.

Francisco Conceição, a um minuto dos 90', oferece a vantagem aos dragões.

Terminou o jogo.

Onze do Estoril: Thiago Silva; Carles Soria, Ferraresi; Vital e Coly; Rosier, João Gamboa e André Franco; Arthur, Chiquinho e Bruno Lourenço.

Onze do FC Porto: Diogo Costa; Corona, Mbemba, Fábio Cardoso e Wendell; Otávio, Vitinha, Uribe e Luis Díaz; Taremi e Evanilson.

Suplentes do Estoril: Dani Figueira, Volnei, Rodrigo Valente, Rui Fonte, David, Meshino, Joãozinho, Xavier, Patrick William.

Suplentes do FC Porto: Marchesín, Francisco Conceição, Pepê, Grujic, Sérgio Oliveira, Bruno Costa, Toni Martínez, João Marcelo e Fábio Vieira.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de