Faltam "alguns detalhes". Everton Cebolinha a um passo do Benfica

O jogador brasileiro emocionou-se no último jogo pelo Grémio.

O futebolista internacional brasileiro Everton Cebolinha disse que faltam apenas "alguns detalhes" para ser jogador do Benfica, com o negócio perto de se concretizar.

"Faltam alguns detalhes, é situação bem avançada. Questões burocráticas, percentagens", disse o avançado, de 24 anos, após a final do campeonato Gaúcho, na quarta-feira, em que o Grémio venceu o rival Internacional (2-0).

Cebolinha falou no final do jogo e deixou palavras de despedida: "Último jogo, fechar com chave de ouro. Agradecer a oportunidade aos capitães de levantar essa taça. A sensação de dever cumprido, oito anos nesse clube", especificou.

A saída do jogador, que se encontra no Grémio desde 2013, desde os sub-20, foi também abordada pelo treinador Renato Gaúcho, que no final do jogo queixou-se pelo facto de o treinador do Benfica, Jorge Jesus, ter ligado ao jogador.

"Não é normal, porque ligou para o jogador na segunda-feira e fez a cabeça do jogador, que em momento algum disse que não queria jogar [a final]", queixou-se o treinador do Grémio, admitindo que a conversa aborreceu o clube gaúcho, e que por esse gesto, as coisas retrocederam um pouco.

Entretanto, o jornal Globo já indicou que o avançado "está a um passo" do Benfica, apesar de adiantar existir também interesse do Everton, e que a proposta dos encarnados "é de 22 milhões de euros".

Everton 'Cebolinha', de 24 anos, conta 14 jogos pela seleção principal do Brasil e três golos, todos apontados na Copa América de 2019, incluindo o primeiro da final com o Peru, que os 'canarinhos' derrotaram por 3-1, no Maracanã.

O Benfica apostou num regresso do treinador Jorge Jesus, num contrato válido para as duas próximas épocas, e a equipa de futebol dos 'encarnados' regressa ao trabalho no fim de semana, com exames médicos e testes físicos.

Para segunda-feira está previsto o primeiro treino às ordens de Jorge Jesus, que regressa a Portugal após grande sucesso no Brasil, onde levou o Flamengo à conquista de seis títulos em cerca de um ano, entre os quais o Brasileirão e Taça dos Libertadores.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de