Mão cheia de golos em tarde tranquila no Dragão

Taremi, Luis Díaz e Pêpe marcaram os golos do FC Porto frente ao Moreirense. Veja os lances.

O FC Porto entrou para o jogo com o Moreirense, da sexta jornada do campeonato, com seis alterações em relação ao encontro da última quarta-feira com o Atlético de Madrid (0-0) para a Champions.

Os dragões procuram o regresso às vitórias depois do empate em Alvalade frente ao Campeão. Do lado da formação de Moreira de Cónegos, o treinador João Henriques prometeu criar dificuldades aos azuis e brancos.

Nos minutos iniciais, o FC Porto impôs o seu jogo e criou muitas dificuldades ao adversário. Os pupilos de Conceição chegaram-se, por diversas ocasiões, junto à baliza de Pasinato.

Aos 23 minutos, Luis Díaz esteve muito perto de inaugurar o marcador no Dragão. O colombiano fartou-se de desequilibrar pelo flanco esquerdo. Depois da pressão ofensiva, os dragões conqusitaram uma grande penalidade por mão de Artur Jorge. Da marca dos onze metros, Medhi Taremi não falhou e abriu o marcador.

Na segunda parte, foram precisos apenas cinco minutos para o FC Porto aumentar a vantagem. O lance começa num lançamento de linha lateral e Fábio Vieira viu a desmarcação de Luis Díaz. O colombiano, que anda de pé quente, entrou na área e colocou a bola na baliza forasteira, aumentando a vantagem dos dragões na partida.

O Moreirense não tinha argumentos para a capacidade ofensiva dos azuis e brancos e Taremi, depois de uma jogada pelo flanco direito, Luis Díaz tentou o remato, Pasinato sacudiu para a frente e Taremi "fuzilou" a baliza.

No entanto, a equipa de arbitragem anulou o lance por fora de jogo do extremo colombiano. Mas Luis Díaz não se ficou por aqui. Aos 65 minutos, o melhor marcador dos dragões concluiu da melhor forma um contra-ataque e bisou na partida.

Os dragões não tiraram o pé do acelerador e voltaram a dar uma alegria aos adeptos. Vitinha disparou forte e, na recarga, Taremi também bisou.

A mão cheia de golos chegou aos 78 minutos. Pepê apontou o quinto golo e estrou-se a marcar com a camisola azul e branca.

Onze do FC Porto: Diogo Costa; João Mário, Mbemba, Marcano e Wendell; Fábio Vieira, Uribe, Vitinha e Otávio; Luis Díaz e Taremi.

Suplentes do FC Porto: Cláudio Ramos, Fábio Cardoso, Francisco Conceição, Pepê, Zaidu, Grujic, Corona, Sérgio Oliveira e Evanilson.

Onze do Moreirense: Pasinato; Paulinho, Rosic, Artur Jorge e Abdu Conté; Fábio Pacheco e Ibahima: Walterson, Franco e Pires; Rafael Martins.

Suplentes do Moreirense: Miguel Oliveira, André Luís, Yan Matheus, Sori Mané, PEdro Amador, Filipe Soares, Derik, Pablo e Ismael.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de