Partiu a canoa perto do título mundial. A história de um campeão português

O canoísta José Ramalho é o convidado desta semana do programa Tudo Menos Futebol. Só lhe falta mesmo ser campeão do mundo.

Festejou o título nacional 33 vezes, foi campeão da Europa em seis ocasiões mas nunca foi campeão do Mundo. No Mundial de canoagem, realizado recentemente em Vila Verde, José Ramalho era visto como um favorito à medalha de ouro mas partiu a canoa logo no início da prova.

A proa da canoa do atleta do Clube Fluvial Vilacondense bateu noutra embarcação adversária mas, mesmo assim, José Ramalho fez questão de não desistir e concluiu a prova de 30 quilómetros no sexto lugar. O momento da infelicidade deixou uma marca que José não irá esquecer tão cedo.

"Passamos por muitos sentimentos. Um atleta que se vê numa prova em Portugal em que estão milhares de pessoas a assistir e era cabeça de cartaz, torna-se complicado gerir aquela emoção toda", assume José Ramalho, numa conversa no programa da TSF, Tudo Menos Futebol, acrescentando que chegou a chorar.

O atleta vila-condense prepara-se agora para tentar chegar ao primeiro título mundial no próximo ano, marcando presença na prova que vai decorrer na China. Na entrevista, conduzida por João Ricardo Pateiro e Barbara Baldaia, participou a treinadora que é também esposa de José Ramalho.

Engageya Widget 1

Engageya Widget 2

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de