Manchester City banido das provas europeias por duas épocas

Em causa está a violação das regras do fair-play financeiro, que tiveram por base documentos revelados pelo Football Leaks.

Manchester City banido da Liga dos Campeões nas próximas duas temporadas. A decisão foi anunciada esta sexta-feira pela UEFA , que multou o clube inglês em 30 milhões de euros, por violação das regras do fair play financeiro.

O organismo que tutela o futebol europeu considerou que o clube inglês, onde jogam os portugueses Bernardo Silva e João Cancelo, "cometeu violações graves dos regulamentos da UEFA", entre 2012 e 2016.

O jornal alemão publicou uma série de documentos que denunciavam uma injeção de dinheiro no clube por parte do dono, Sheikh Mansour, acima do que é permitido pelas regras europeias, referindo-se ainda aos contratos de patrocínio do campeão inglês.

Os citizens, campeões nas últimas duas temporadas em Inglaterra, já reagiram. O clube inglês diz estar "desapontado, mas não surpreendido" com a decisão. O Manchester City anuncia que vai recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto, exigindo um julgamento "imparcial".

"Este é caso foi iniciado, conduzido e julgado pela UEFA. Com este processo prejudicial encerrado, o clube adotará um julgamento imparcial o mais rápido possível", lê-se na nota do clube inglês.

A investigação começou depois de terem sido divulgados documentos pela revista alemã "Der Spiegel", com origem no "Football Leaks", que tem por base uma fuga de milhões de documentos promovida pelo hacker português, Rui Pinto. O pirata informático está em prisão preventiva em Portugal, acusado de 90 crimes.

Outras Notícias

Patrocinado

Apoio de

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de