Máscaras de volta aos bancos. Liga e médicos acordam reforço das medidas Covid

Só os treinadores principais poderão não utilizar máscara nos bancos de suplentes.

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) reuniu-se esta sexta-feira com os médicos dos clubes para reforçar as medidas de prevenção e combate à pandemia de covid-19, após indicações dadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

"Com o regresso do estado de calamidade, foi consensual a necessidade de reforçar todas as medidas e procedimentos em contexto de treino, estágio e jogo, voltando a ter caráter obrigatório a utilização permanente de máscara por parte de todos os elementos no banco de suplentes, com exceção do treinador principal", refere o organismo em comunicado.

A LPFP recorda que lançou uma campanha, juntamente com os clubes e a DGS, que visa reforçar, nesta época natalícia e de festividades, "a necessidade de contenção e prevenção das medidas impostas no combate à pandemia, que não quer dar tréguas".

Entre as medidas preconizadas pela DGS está a obrigatoriedade de apresentar teste negativo, devidamente comprovado por entidades competentes, à entrada para os estádios, independentemente da sua lotação.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de