Nova direção do Benfica vai reunir-se com empresário John Textor

Em julho, a Benfica SAD comunicou à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que o empresário José António dos Santos celebrou um acordo para vender a John Textor 25% do capital social da SAD.

O empresário John Textor, que celebrou um acordo com José António dos Santos para aquisição de 25% do capital social da SAD do Benfica, vai ser recebido pela nova direção do clube na quinta-feira.

"Após explícita solicitação pública, e indo ao encontro do que foi anunciado antes do período eleitoral, a direção do Sport Lisboa e Benfica deliberou receber o Sr. John Textor no Estádio da Luz, esta quinta-feira, com o intuito de ouvir as suas intenções relativamente ao clube", refere em comunicado a direção agora liderada por Rui Costa, que reuniu hoje pela primeira vez.

Em julho, a Benfica SAD comunicou à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que o empresário José António dos Santos celebrou um acordo para vender a John Textor 25% do capital social da SAD.

A comunicação da Benfica SAD surgiu depois desta ter recebido informações do acionista José António dos Santos, conhecido como o 'rei dos frangos', relativas aos acordos firmados com o empresário norte-americano.

José António dos Santos "outorgou com John C. Textor, dois acordos para venda de um total de 5.750.000 ações ordinárias, escriturais e nominativas, representativas de 25% do capital social da Benfica SAD, condicionado ao pagamento" até 15 de setembro "do preço total acordado", tendo sido adiantada a quantia de um milhão de euros, salientou na ocasião o comunicado.

A direção do clube assegurou, então, que não tinha conhecimento das negociações para a aquisição de 25% das ações da SAD pelo norte-americano John Textor e prometeu opor-se caso essa operação fosse analisada em assembleia geral de acionistas.

Já em setembro, o Benfica revelou que prazo de validade do acordo entre o investidor norte-americano John Textor e José António dos Santos para a aquisição das ações da SAD do Benfica tinha sido estendido até 31 de dezembro.

Na reunião de direção de hoje foi ainda efetuada a atribuição de pelouros a cada um dos elementos, com Luís Mendes a assumir o pelouro Financeiro e Relações com o Mercado, enquanto Jaime Antunes será responsável pelas áreas do Património e Revisão Estatutária.

Fernando Tavares vai manter o pelouro da Modalidades, Manuel Brito irá supervisionar a Expansão Internacional, Sílvio Cervan permanece responsável pela área jurídica e Domingos Almeida Lima pelas Casas do Benfica e Fundação Benfica.

Já Rui do Passo, assume a área da Inovação e Tecnologia e José Gandarez a área Comercial e Relações Institucionais.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de