"Somos mais fortes juntos." Vieira apela à união dos benfiquistas

Luís Filipe Vieira venceu as eleições com 62,59% dos votos e vai dirigir o Benfica por mais quatro anos.

Luís Filipe Vieira venceu as eleições no Benfica e vai continuar como presidente do clube até 2024. No discurso, depois da tomada de posse, o dirigente encarnado destacou a vitalidade do clube e pediu união aos benfiquistas.

"Os benfiquistas deram uma demonstração única de vitalidade. Nunca um clube em Portugal votou tanto", lembrou.

Vieira, que conquistou 62,59% dos votos, assumiu que tem "orgulho em liderar um clube com esta capacidade de dizer presente".

O presidente do Benfica mostrou-se satisfeito pelo voto de confiança dos sócios e apelou à união, numa mensagem direta para os dois adversários eleitorais.

"Nunca um clube fez, o que o Benfica fez hoje. É um orgulho vencer estas eleições. Os sócios decidiram e os resultados são claros. Espero que todos assumam as suas responsabilidades e o seu benfiquismo."

E prossegue: "Somos mais fortes juntos, quando não nos dividimos. A partir de agora não há vencedores, nem vencidos. Espero que respeitem os resultados", apela.

Luís Filipe Vieira teceu ainda palavras à comunicação social. O presidente encarnado diz que o Benfica não é liderado pelas televisões e pelos jornais, e deixa um conselho aos media: "mudem o registo".

Vieira reafirma que este é o último mandato à frente do Benfica, e garante que o objetivo é continuar o trabalho dos mandatos transatos.

O dirigente encarnado, desde 2001, termina o discurso lembrando que as contas do Benfica nos últimos sete anos foram "sempre com resultados positivos".

O presidente do Benfica venceu as eleições com 62,59% dos votos, ficando à frente de João Noronha Lopes (34,71%) e Rui Gomes da Silva (1,64%).

As eleições foram as mais concorridas de sempre, com 38.058 votantes.

Recomendadas

Patrocinado

Apoio de