Sporting fecha histórico 2021 com um recorde do clube de 42 vitórias

Um raro hat-trick de Paulinho permitiu ao onze de Rúben Amorim reforçar um máximo há muito assegurado.

O Sporting fechou um histórico ano de 2021, em que conquistou três títulos, incluindo a I Liga de futebol, com um recorde de 42 vitórias, em 54 jogos, ao bater em casa o Portimonense por 3-2.

Em encontro da 16.ª jornada do campeonato, um raro hat-trick de Paulinho, contra 10, face à expulsão do forasteiro Pedro Sá, e em resposta ao autogolo de Matheus Reis, permitiu ao onze de Rúben Amorim reforçar um máximo há muito assegurado.

A formação leonina tinha como melhor registo, num ano civil, os 37 triunfos de 2015, marca que igualou na Luz, com um triunfo por 3-1, ao Benfica, em 03 de dezembro, e superou oito dias depois, com um 2-0 na receção ao Boavista.

No total, o Sporting somou 42 vitórias, sete empates e cinco derrotas, com 99 golos marcados e 26 sofridos. Da escassa meia dezena de desaires, três aconteceram na edição 2021/22 da Liga dos Campeões, dois dos quais perante o Ajax, um pesado 1-5 em Alvalade, em 15 de setembro, e um 2-4 em Amesterdão, com as reservas, em 07 de dezembro.

A outra derrota, por 1-0, aconteceu em 28 de setembro, no reduto do Borussia Dortmund, equipa que o Sporting afastou dos oitavos de final da 'Champions', com um triunfo por 3-1 em Alvalade, que selou o apuramento 'leonino', à quinta ronda da fase de grupos.

Em competições internas, a formação 'leonina' contabilizou 39 vitórias, sete empates e apenas dois desaires, em 48 jogos, com 85 golos marcados e 14 sofridos.

As derrotas aconteceram na época passada, a primeira logo em 11 de janeiro, por 2-0, no reduto do Marítimo, que custou o adeus à Taça de Portugal, e a segunda e última em 15 de maio, na Luz, face ao Benfica, por 4-3.

O Sporting perdeu no reduto dos 'encarnados' já campeão, e numa altura em que procurava acabar a prova invicto, o que acabou por não conseguir.

Em comparação com os restantes 'grandes', o Sporting totaliza mais quatro triunfos do que Benfica e FC Porto, que somam ambos 38, em vésperas de se despedirem de 2021, no Dragão, no segundo confronto entre ambos em oito dias, sendo que será o 62.º embate do ano para os 'encarnados' e o 59.º para os 'dragões'.

A formação 'leonina' também tem menos derrotas - cinco, contra oito do FC Porto e 10 do Benfica - e muito menos golos sofridos: apenas 24, face aos 51 dos 'azuis e brancos' e os 54 dos 'encarnados'.

O conjunto de Rúben Amorim só perde, e de forma clara, em termos ofensivos, pois ficou-se a um golo da centena, com 99, enquanto o FC Porto já marcou 118 e o Benfica vai em 132.

No que respeita ao número de vitórias, as 42 do Sporting ficam a duas do recorde dos rivais, as 44 do FC Porto em 2010, em 55 jogos, e as mesmas 44 do Benfica em 2016, em 54.

Os registos de 2021 conduziram o Sporting a três títulos, a I Liga portuguesa de futebol e a Taça da Liga, na época 2020/21, e a Supertaça Cândido de Oliveira, a abrir 2021/22.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de