A autonomia é o calcanhar de Aquiles do Samsung Galaxy Note20

Apesar de o desempenho ser uma boa surpresa, o novo equipamento da Samsung desilude.

O Samsung Galaxy Note20 é o mais recente topo de gama da marca sul-coreana. Destaca-se de todos os outros telemóveis por causa da S-Pen, uma caneta que permite interagir com o ecrã de uma forma a que (ainda?) não estamos habituados.

Mas, se este equipamento é diferente de todos os outros, ele também é diferente entre os seus semelhantes. O que se passa é que, nos Estados Unidos da América, ele está equipado com um processador Snapdragon da marca Qualcomm. Já na Europa, ele vem com um processador Exynos, desenvolvido pela própria Samsung. Trata-se de um processador bem diferente daquele que equipa estes telemóveis na América.

Não é, no entanto, no desempenho que eles mostram ser smartphones diferentes. A autonomia é que é o grande problema.

Saiba mais, assistindo ao vídeo acima.

Recomendadas

Patrocinado

Apoio de