EUA parecem estar a aliviar pressão sobre a Huawei

Microsoft revelou que faz parte de uma lista de companhias que obteve autorização da Casa Branca para voltar a vender licenças de software à Huawei.

A administração de Trump parece estar a aliviar a pressão exercida sobre a Huawei. Depois de há dois dias ter sido adiado por mais três meses o prazo para o fim de todas as trocas comerciais entre empresas norte-americanas e a gigante tecnológica chinesa, agora é a Microsoft quem revela, em comunicado, que faz parte de uma lista de companhias que obteve autorização da Casa Branca para voltar a vender licenças de software à Huawei.

Ainda na quarta-feira, Wilbur Ross, o secretário de Estado do Comércio, afirmava que cerca de 290 empresas tinham pedido autorização especial para negociar com a Huawei. Quase todas terão sido aceites, mas não se sabe ainda se a Google faz parte dessa lista. É na criadora do sistema operativo Android que todas as atenções se centram.

Desde que perdeu o acesso à loja de aplicações da Google que a Huawei tem adiado o lançamento de novos telemóveis no ocidente. A marca está há seis meses no centro de um braço de ferro entre a China e os EUA. Faz parte de uma lista negra de empresas com as quais os norte-americanos não podem negociar.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados