O próximo gadget da Toyota é… uma cidade

A Toyota vai criar, na base do Monte Fuji, no Japão, aquilo a que apelida de cidade interligada. Vão ser 75 hectares movidos a baterias de hidrogénio.

O objectivo da construtora automóvel é testar tecnologias ligadas à condução autónoma, entre outras.

O anúncio foi feito ontem, durante a Consumer Electronics Show, em Las Vegas.

O presidente da empresa japonesa explica que "construir do zero uma cidade, mesmo em pequena escala, é uma oportunidade única para desenvolver as tecnologias do futuro, nomeadamente um sistema operativo para a infraestrutura da cidade".

O projeto de arquitetura estará a cargo do dinamarquês Djarke Ingels. Ele vai desenhar uma cidade para cerca de duas mil pessoas, incluindo funcionários da Toyota, mas também investigadores de visita às instalações da empresa.

As casas serão feitas a partir de materiais sustentáveis e terão robôs capazes de ajudar numa série de tarefas do dia-a-dia, mas também sensores munidos de inteligência artificial que avaliam a saúde dos moradores.

Em conferência de imprensa o arquiteto explicou que as ruas terão vias diferentes para os veículos autónomos, para os peões e para as scooters e bicicletas.

Já as casas terão inteligência artificial capaz de encomendar de forma autónoma o que falta no frigorífico e pôr o lixo lá fora.

A construção vai começar em 2021. No local, atualmente, está uma fábrica abandonada.

Outras Notícias

Patrocinado

Apoio de

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de