Xiaomi Mi Note 10 é capaz do melhor e do pior, apesar dos 108 megapíxeis
Mundo Digital - Análises

Xiaomi Mi Note 10 é capaz do melhor e do pior, apesar dos 108 megapíxeis

Como em quase tudo o que chega a até nós com o selo da Xiaomi, no que diz respeito ao Mi Note 10 temos aceitar certos compromissos.

Boas notícias. Desta vez, as cedências que a Xiaomi nos pede para fazer não são das mais preocupantes. Isto, até porque de uma forma geral os novos Mi Note 10, na sua versão normal e na versão Pro, são máquinas competentes que vão certamente deixar satisfeitos quem os comprar.

E sim, o grande destaque - e pela positiva - vai para as cinco câmeras que lhe conferem uma versatilidade inédita. Uma delas, o sensor principal, atinge mesmo os 108 megapíxeis. É muito boa. Assim como é a lente específica para os retratos. Pena que uma das outras lentes, a telefoto, fique tão abaixo da qualidade demonstrada por todas as outras. Todos os pormenores estão no vídeo acima.

E que mais, para além da penta-câmera?

Quanto ao resto, é bom saber que tem tecnologia de carregamento rápido e uma bateria generosíssima. Mas se esses são pontos positivos, é uma pena que ainda venha com o Android 9.

De notar também que o processador incluido netsa família de smartphones é o SnapDragon 730G e isso, uma vez por outra, nota-se. Trata-se de um processador que não é o mais rápido que está no mercado. Por exemplo, quando se está a tirar uma foto no formato 108MP, temos de esperar um pouco até que o telefone fique novamente operacional. Seja como for não é nada que vá incomodar o utilizador comum. O mesmo se passa com a ausência de uma ranhura para cartões nanoSD. Ou seja, o espaço com que ele vem: 128GB ou 256GB (n a versão Pro) é o que há e não vai ter mais.

Outra coisa de que não gostei, mas que a Xiaomi já nos habituou? A qualidade de construção.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de