Fino, jola, bejeca: o que interessa é estar fresca. Curiosidades sobre a cerveja

O consumo de cerveja em Portugal está a aumentar. Cada português bebe, em média, 51 litros de cerveja por ano. Números e curiosidades que partilhamos neste Dia Internacional da Cerveja. Vai um brinde?

É provavelmente a bebida com mais alcunhas: jola, bejeca, fino, imperial, mini e média são apenas algumas. Seja qual for o nome, quem gosta diz que só é preciso estar fresca.

Os números dos Cervejeiros de Portugal (CV) revelam que os portugueses estão a beber mais cerveja. No ano passado foram consumidos cerca de 528 milhões de litros, mais 2,5 milhões do que em 2017. Contas feitas, cada português bebe, em média, 51 litros de cerveja por ano e 70% do consumo é feito fora de casa.

Além dos números, e do contributo da cerveja para a economia portuguesa, no site dos CV há resposta a vários mitos e até informações desconhecidas da maioria. Por exemplo, sabia que a receita mais antiga de cerveja foi escrita no Egito há sete mil anos? Os especialistas garantem que sim.

Quanto a benefícios físicos, estudos recentes citados no site mostram que beber um a dois copos de cerveja depois de fazer exercício físico previne dores.

Mas há mais: se tiver um estilo de vida saudável, beber um a três copos por dia pode também ajudar a reduzir o risco de ataque cardíaco, AVC, diabetes, Alzheimer e até cataratas. Como em tudo na vida a palavra-chave é moderação.

Em termos Europeus, os dados do Eurostat, mostram que a Alemanha continua a liderar a produção de cerveja, seguida do Reino Unido, Polónia, Espanha, Holanda, e Bélgica.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados