Adidas passa de lucro a prejuízo de 264 milhões de euros no primeiro semestre

O volume de negócios caiu 26,9% na primeira metade do ano para 8.332 milhões de euros.

A Adidas anunciou esta quinta-feira que teve um prejuízo de 264 milhões de euros no primeiro semestre deste ano, contra um lucro de 1.163 milhões de euros em termos homólogos, penalizada pela queda das vendas no segundo trimestre.

O fabricante alemão de artigos desportivos, que entrou no vermelho no segundo trimestre devido à queda nas vendas resultante do impacto negativo da pandemia de Covid-19, revelou também que o volume de negócios caiu 26,9% na primeira metade do ano para 8.332 milhões de euros.

Além disso, referiu que teve um resultado operacional negativo de 268 milhões de euros, no semestre em análise, contra um resultado de exploração positivo de 1.518 milhões de euros em idêntico período do ano anterior.

No segundo trimestre, o resultado de exploração incluiu os custos de 250 milhões de euros relacionados com o impacto da pandemia de Covid-19.

O comércio eletrónico, por sua vez, quase duplicou no segundo trimestre, evitando que as vendas caíssem ainda mais.

A Adidas, que receberá um auxílio estatal de 2,4 mil milhões de euros para superar as dificuldades que atravessa devido à paragem da atividade económica resultante do impacto da pandemia, revelou que no pior momento da crise pandémica, mais de 70% de suas lojas em todo o mundo estavam fechadas, pelo que as vendas registaram fortes quedas.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de