"Decisão errada." Polícia do Texas contactada por várias crianças, atirador disparou cem vezes

Salvador Ramos esteve na Rob Elementary School, em Uvalde, durante pelo menos 78 minutos. Durante esse período, assassinou 19 crianças e duas professoras.

Enquanto as famílias das 19 crianças e das duas professoras mortas no massacre numa escola em Uvalde, no estado norte-americano do Texas, fazem o luto, crescem as perguntas sobre o modo como a polícia atuou para conseguir parar o atirador. As famílias foram muito críticas da atuação das autoridades. O atirador permaneceu na escola sem qualquer confronto com seguranças ou agentes durante 78 minutos.

Em conferência de imprensa, o diretor do Departamento de Segurança do Texas, admitiu que a polícia fez uma escolha errada ao não ter entrado na escola. "Em retrospetiva, foi uma decisão errada, ponto final", assumiu Steve McCraw, que se exaltou várias vezes com os jornalistas. "Pelo que sabemos, achamos que os agentes deveriam ter entrado o mais rápido possível", acrescentou.

De acordo com o alto responsável, o atirador, identificado como Salvador Ramos, entrou na escola através de uma janela lateral às 11h28 (hora local), onde permaneceu durante quase 80 minutos. Durante esse período, centrou-se na sala do quarto ano, assassinando as professoras e as crianças.

Steve McCraw estimou que o jovem de 18 anos, abatido no local, disparou mais de 100 munições através da espingarda de modelo AR-15, que comprara a crédito numa das mais de oito mil lojas de venda de armas existentes no estado do Texas.

Na conferência de imprensa, o diretor do Departamento de Segurança Pública do Texas revelou que, durante o tiroteio, a polícia recebeu várias chamadas de crianças que estavam no interior das salas de aulas.

Nas últimas horas, foram feitas várias homenagens às vítimas. No próximo domingo, o Presidente norte-americano, Joe Biden, e a mulher, Jill Biden, vão deslocar-se ao Texas para "chorar" com as famílias das vítimas.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de