Dezanove crianças morrem em ataque a escola no Texas, há 49 casos de monkeypox em Portugal e outros destaques TSF

Esta quarta-feira, o Sindicato Independente dos Médicos alertou para "os graves problemas dos cuidados de saúde" da população reclusa, especialmente os cuidados psiquiátricos. Em nota enviada à TSF, o Ministério da Justiça respondeu às acusações do SIM e refere que "tem vindo a reforçar, desde 2015, o número de efetivos no quadro".

Vinte e uma pessoas morreram num tiroteio numa escola primária na cidade na cidade de Uvalde, no estado norte-americano do Texas, 19 eram crianças. Três pessoas que ficaram feridas no ataque estão hospitalizadas em estado grave, acrescentou o senador à agência Associated Press (AP).

Após ser noticiado o tiroteio, não tardaram as reações oficiais. O Presidente norte-americano, Joe Biden, afirmou "que tiroteios em massa não acontecem em mais nenhum lugar do mundo com a frequência que acontecem na América" e pediu que o país enfrente o lobby das armas.

António Guterres também lamentou, o tiroteio numa escola primária na cidade de Uvalde, no estado norte-americano do Texas. Na rede social Twitter, o secretário-geral da ONU escreveu que "está profundamente triste" pelo sucedido, e acrescenta ser "particularmente doloroso saber que a maioria das vítimas são crianças."

No caso do Papa Francisco, pediu que se acabe com a "circulação indiscriminada de armas", na sequência do tiroteio, que provocou a morte de 21 pessoas.

Os Estados Unidos da América (EUA) são o único país desenvolvido onde os tiroteios em escolas se repetem ano após ano. Desde Columbine a Uvalde, recorde os mais recentes e mortais tiroteios em escolas norte-americanas.

A Direção-Geral da Saúde confirmou esta quarta-feira mais dez casos de varíola dos macacos em Portugal. No total, foram reportados até ao momento 49 casos, sendo que a maioria das infeções centra-se na região de Lisboa e Vale do Tejo, mas também há registo de casos nas regiões Norte e Algarve.

A Organização Mundial de Saúde alertou, em declarações ao El País, que a situação da varíola dos macacos é preocupante porque não segue os padrões típicos que vimos antes" nesta doença. Tarik Jasarevic, explica que nos últimos anos foram detetados surtos na República Centro-Africana, na República Democrática do Congo e na Nigéria, com casos esporádicos noutros países, importados por viajantes. Mas "é incomum ver tantos casos noutros países e ver a disseminação de pessoa para pessoa em países não endémicos sem qualquer ligação com viagens a países endémicos".

O Sindicato Independente dos Médicos alertou para "os graves problemas dos cuidados de saúde" da população reclusa, especialmente os cuidados psiquiátricos, uma situação "com tendência a piorar", e pediu resposta urgente do Governo. O Ministério da Justiça, em nota enviada à TSF, respondeu às acusações do SIM e refere que "tem vindo a reforçar, desde 2015, o número de efetivos no quadro (médicos e enfermeiros)".

No 91.º dia de Guerra na Ucrânia, Zelensky, denunciou a falta de unidade entre os países ocidentais quanto à guerra na Ucrânia, mais de três meses após o início da invasão russa. "A minha pergunta é: existe unidade, na prática (no Ocidente) Não me parece", lamentou, durante um discurso por videoconferência no fórum económico de Davos, na Suíça, em que sublinhou precisar "do apoio de uma Europa unida".

Esta quarta-feira, membros dos governos da Suécia e Finlândia deslocam-se a Ancara, para tentar dissipar as objeções da Turquia às propostas de adesão dos dois países à NATO. Oscar Stenstrom, o secretário de Estado sueco, e Jukka Salovaara, o seu homólogo finlandês, vão reunir-se com Ibrahim Kalin, o principal assessor presidencial da Turquia, avança o Ministério dos Negócios Estrangeiros turco em comunicado.

As autoridades ucranianas afirmaram que duas áreas da cidade de Zaporizhia, no sul da Ucrânia, foram atingidas por mísseis russos esta quarta-feira de manhã, provocando um morto e três feridos, avançou a BBC.

O ministro-adjunto dos Negócios Estrangeiros da Rússia exigiu o levantamento das sanções impostas a Moscovo como condição para se evitar a crise alimentar mundial. "A solução para se resolver o problema alimentar requer uma abordagem coletiva, envolvendo em particular o levantamento das sanções que foram impostas às exportações e transações financeiras russas", disse o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros Andrei Rudenko, citado por agências de notícias da Rússia.

As vítimas de violência doméstica vão ter subsídio de desemprego, alargando a medida "a quem seja atribuído o estatuto de vítima", nos termos da lei sobre violência doméstica, já a partir de 2022, após a proposta do Livre ser aprovada. São também criadas majorações no âmbito do programa Emprego Interior + para trabalhadores que se demitam para acompanhar o cônjuge ou unido de facto que vá trabalhar para o interior do país.

Os deputados também aprovaram, esta terça-feira, uma proposta de alteração do Livre ao Orçamento do Estado que prevê um estudo e amplo debate sobre novos modelos de organização laboral, incluindo a semana de quatro dias de trabalho.

Foi aprovada, esta terça-feira, uma proposta de alteração ao orçamento para que os médicos recém-especialistas sejam colocados em unidades com taxa de cobertura de médico de família inferior à média nacional tenham direito temporariamente a um suplemento remuneratório.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de