Pelo menos 24 feridos em duas explosões no Uganda. Autores do ataque com ligações ao Daesh

As autoridades confirmam que o duplo atentado foi perpetrado pelas forças democráticas aliadas.

Duas explosões foram sentidas na capital do Uganda, Kampala, esta terça-feira e fizeram pelo menos 24 feridos, avança a AFP que cita residentes e a imprensa local. De acordo com a agência noticiosa, a Cruz Vermelha enviou uma equipa para os locais da explosão perto do parlamento e da estação central da polícia.

As autoridades confirmam que o duplo atentado foi perpetrado pelas forças democráticas aliadas, um grupo rebelde ligado ao ex-ditador Idi Amin e com ligações ao Daesh.

O diretor do Internet Exchange Point do Uganda, Kyle Spencer, ouviu as explosões e disse que as duas explosões aconteceram com um minuto de intervalo entre elas, acrescentando que a estrada do parlamento está fechada.

As autoridades do Uganda reforçaram a segurança no mês passado, após a explosão de uma bomba num restaurante dos arredores de Kampala e que provocou a morte a sete pessoas.

Uma organização ligada ao grupo Estado Islâmico reivindicou o ataque do dia 23 de outubro contra o restaurante.

Dois dias depois deste atentado, uma bomba acionada por um atacante suicida fez dois mortos, numa paragem de autocarros da capital.

* Notícia atualizada às 12h24

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de