Homem que agrediu Dave Chappelle em palco foi detido. Chris Rock reage: "Era Will Smith?"

Incidente ocorreu semanas depois de Will Smith ter esbofeteado Chris Rock nos Óscares. As autoridades estão a investigar a motivação da agressão contra Dave Chappelle.

O homem que agrediu o comediante Dave Chappelle enquanto este realizava um espetáculo de stand-up, em Los Angeles, foi detido, informou a polícia na quarta-feira.

De acordo com a agência de notícias AFP, a agressão aconteceu na terça-feira quando Dave Chappelle terminava o seu espetáculo durante o festival de comédia "Netflix Is A Joke", no Hollywood Bowl. Um espetador subiu ao palco e correu na direção do comediante. As imagens partilhadas nas redes sociais mostram o homem a lançar-se sobre Chappelle, que recuou e caiu.

Segundo a porta-voz da polícia de Los Angeles, Lizeth Lomeli, o agressor, identificado como Isaiah Lee, de 23 anos, apontou uma pistola falsa que projeta uma faca quando é "disparada". No entanto, Dave Chappelle não sofreu qualquer tipo de ferimento.

Os seguranças do evento intervieram de imediato, controlando o agressor, que ficou ferido nos confrontos. As autoridades vão agora investigar as motivações da agressão contra Chappelle.

Este incidente aconteceu algumas semanas depois de Will Smith ter esbofeteado o comediante Chris Rock nos Óscares, em reação a uma piada sobre a aparência física da sua mulher, Jada Pinkett-Smith.

Depois do ataque a Dave Chappelle, Chris Rock, que tinha atuado no festival momentos antes, apareceu no palco com o comediante e perguntou: "Aquele era Will Smith?"

Chappelle tem sido criticado pela comunidade LGBTI+, que considera algumas das suas piadas "transfóbicas". O seu espetáculo de comédia "The Closer", disponível desde outubro na Netflix, gerou vários protestos de ativistas, que afirmaram que o comediante promoveu a discriminação.

A Netflix recusou-se a retirar o programa de Dave Chappelle da plataforma e manifestou, na quarta-feira, preocupação com o episódio de agressão.

"Defendemos veementemente o direito dos comediantes a atuarem em palco sem ter que temer a violência", disse a plataforma de streaming, citada pela AFP.

Dave Chappelle reagiu ao sucedido através da sua assessoria de imprensa: "Ele recusa-se a permitir que o ocorrido ofusque a magia do seu espetáculo", afirmou Carla Sims, citada pela mesma agência de notícias.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de