"Os incêndios não podem ser pretexto para sanções internacionais"

Numa comunicação ao país, Bolsonaro critica as ameaças de Macron e diz o Brasil é um exemplo em matéria ambiental.

Perante uma onda de críticas a nível global, o Presidente brasileiro fez esta noite uma declaração ao país, sobre as soluções que vai apresentar para resolver a crise na Amazónia. Numa resposta ao Presidente francês, que colocou em cima da mesa a possibilidade de conter o acordo comercial do Mercosul até a situação ser resolvida, Jair Bolsonaro deixou críticas a quem defende sanções.

"Incêndios florestais existem em todo o mundo e isso não pode servir de pretexto para possíveis sanções internacionais. O Brasil continuará sendo um país amigo de todos e responsável pela proteção da sua floresta amazónica", disse o chefe de Estado brasileiro.

Bolsonaro garantiu ainda que o seu Governo é de "tolerância zero" contra a criminalidade ambiental. "Somos uma Governo de tolerância zero com a criminalidade e na área ambiental não será diferente. Por essa razão, oferecemos ajuda a todos os estados da amazónia. Autorizarei a operação de garantia da lei e da ordem", vincou.

"É preciso lembrar que a naquela região vivem mais de 20 milhões de brasileiros, que há anos aguardam dinamismo económico proporcional às riquezas ali existentes. Para proteger a Amazónia, não basta operações de fiscalização, é preciso dar oportunidade a toda essa população para que se desenvolve com o restante do país", assumiu.

Numa curta declaração, Bolsonaro disse ainda que o Brasil deve ser um exemplo para os outros países. O Brasil é exemplo de sustentabilidade. Conserva mais de 60% da sua vegetação nativa. Possui uma lei ambiental moderna e um código florestal que servia de modelo para o mundo. Temos uma matriz energética limpa, renovável e com ela estamos a dar uma importante contribuição ao planeta. Diversos países desenvolvidos, por outro lado, ainda não conseguiram avançar com os seus compromissos no âmbito do Acordo de Paris", alertou.

Engageya Widget 1

Engageya Widget 2

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de