UE apoia combate à epidemia de ébola com mais 465 mil euros

A verba é destinada ao Burundi, onde o surto, que República Democrática do Congo, começa a espalhar-se,

A União Europeia (UE) vai disponibilizar mais 465 mil euros para combate do ébola em África, verba agora destinada ao Burundi, país vizinho da República Democrática do Congo (RDCongo), para evitar a propagação da epidemia, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Comissão Europeia observa que "o surto do vírus ébola que surgiu na RDCongo continua a espalhar-se a leste do país, com um alto risco de propagação para os países vizinhos".

Por isso, acrescenta, a UE vai reforçar a verba atribuída no combate à epidemia para "fortalecer ainda mais as medidas de prevenção do ébola concretizadas pela autoridades e organizações de socorro" no Burundi, país localizado a sul e a leste da RDCongo.

"Para combater eficazmente o vírus ébola, não só temos de dar resposta aos casos na RDCongo, mas também aumentar os nossos esforços para evitar que a doença se propague para países vizinhos como o Burundi", argumenta o comissário europeu responsável pela área da Ajuda Humanitária, Christos Stylianides, citado pela nota.

Este novo financiamento da UE, de 465 mil euros, será assim disponibilizado através da Organização Mundial de Saúde (OMS), com o intuito de reforçar a coordenação, vigilância e resposta ao vírus ébola em locais de alto risco de Burundi.

Na terça-feira, a OMS apelou aos parceiros da RDCongo para demonstrarem solidariedade com o país, que enfrenta uma epidemia de Ébola que já matou quase duas mil pessoas.

"Chegou o momento de todos os parceiros, incluindo os nove países vizinhos da RDCongo, mostrarem solidariedade no bloqueio à propagação do Ébola", disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyessus, à margem da 69.ª sessão do Comité Regional Africano da OMS, que vai eleger o novo diretor da OMS em África, com sede na capital do Congo, Brazaville.

Antes, no dia 17 de julho, a OMS declarou estado de emergência internacional na RDCongo devido ao Ébola.

A epidemia de Ébola, que está localizada nas províncias de Kivu Norte e Ituri (leste e nordeste da RDCongo), mantém, segundo a OMS, a intensidade de transmissão com uma média de 86 novos casos por semana nas últimas seis semanas.

Engageya Widget 1

Engageya Widget 2

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de