Merkel recebeu presidente ucraniano a tremer. Água resolveu o problema

Chanceler alemão apresentou tremores visíveis durante a cerimónia dos hinos enquanto assistia à mesma ao lado de Zelensky.

A chanceler alemã, Angela Merkel, mostrou-se hoje instável e com tremores, enquanto recebia o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, numa visita oficial ao país, situação que a própria atribuiu, mais tarde, ao calor e falta de hidratação.

As imagens de Merkel debaixo do sol, com sinais de fraqueza física e a segurar repetidamente as mãos para tentar aliviar os tremores, durante aproximadamente meio minuto e enquanto o hino alemão tocava, tornaram-se rapidamente assunto dos meios de comunicação alemães.

Após os hinos, Angela Merkel aparentava estar melhor, caminhando rapidamente com Zelenskiy para o interior da Chancelaria, parando apenas para cumprimentar a banda militar.

A chanceler alemã atribuiu os tremores a um suposto problema de desidratação.

"Eu estou bem, bebi pelo menos três copos de água, que aparentemente precisava, agora sinto-me novamente bem", indicou Merkel.

O Presidente ucraniano brincou com a situação afirmando que Merkel "estava totalmente segura" ao seu lado.

Merkel, que completará 65 anos em 17 de julho, chegou ao poder em 2005 e foi reeleita para um quarto mandato após as eleições gerais de 2017.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de