Pelo menos 25 mortos em deslizamento de terras na Índia

No estado de Kerala há habitantes isolados devido às fortes chuvas que começaram a intensificar-se na noite de sexta-feira.

Pelo menos 25 pessoas morreram em deslizamentos de terras após chuvas torrenciais atingirem o sudoeste da Índia, anunciaram este domingo as autoridades.

As equipas de salvamento prosseguiam a busca de sobreviventes entre os escombros, enquanto o exército fornecia material de socorro por via aérea.

No estado costeiro de Kerala, numerosos habitantes permaneciam isolados devido às chuvas, que começaram a intensificar-se a partir da noite de sexta-feira, extravasando os cursos de água e inundando as estradas.

As equipas de socorro detetaram 14 corpos no distrito de Idukki, e outros 14 no distrito de Kottayam, ambos atingidos por deslizamentos de terras, indicaram responsáveis locais à agência noticiosa AFP.

Milhares de pessoas foram retiradas e pelo menos erguidos 100 acampamentos humanitários, declarou hoje Pinarayi Vijayan, o chefe do governo de Kerala.

O exército, a marinha e a força aérea participam nas operações de socorro. Os funcionários interrogados não conseguiram indicar o número de pessoas desaparecidas.

"Era o meu ganha-pão. Desapareceu tudo", declarou um homem desesperado à cadeia televisiva Manorama TV na cidade de Koottickal, atingida por um deslizamento de terras, em Kerala.

"A colina desabou sobre nós. Existem muitos estragos e muitas vítimas. As crianças desapareceram", indicou um habitante de Koottickal.

Um vídeo difundido nas redes sociais mostrou autocarros e veículos submergidos pelas águas.

O primeiro-ministro, Narendra Modi, emitiu as suas condolências no Twitter e assegurou que as autoridades estão a ser mobilizadas para assistir às populações atingidas pela intempérie.

O serviço de meteorologia indiano indicou que as chuvas torrenciais devem diminuir de intensidade a partir se segunda-feira, mas no norte da Índia, em diversos estados, incluindo as regiões de Uttarakhand e Himachal Pradesh, nos Himalaias, deverão ser afetadas por "chuvas fortes a muito fortes" nos próximos dois a três dias.

Em 2018, cerca de 500 pessoas morreram em Kerala, onde ocorreram as piores inundações desde há um século.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de