Reino Unido regista 18 mortes. Método de contagem vai mudar

Vão ser consideradas mortes por coronavírus apenas aquelas que tenham ocorrido até 28 dias depois de um teste positivo.

O Reino Unido relatou esta quinta-feira 18 mortes nas últimas 24 horas por Covid-19, após uma mudança na metodologia de contagem dos óbitos que retirou 5.377 mortes da contagem oficial.

A partir de hoje, as autoridades britânicas vão contabilizar apenas como mortes por coronavírus aquelas que ocorreram dentro de 28 dias após o paciente ser testado positivo, um critério que já era usado na Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, mas não em Inglaterra.

Com essa modificação, o total acumulado de mortes no Reino Unido desde o início da pandemia passou de 46.706 para os 41.347 relatados hoje.

O Governo anunciou hoje que não recebeu os dados mais recentes sobre casos positivos em Inglaterra pelo que não atualizou o número de novas infeções no conjunto do país.

Depois de dois dias consecutivos acima dos mil contágios diários, o total acumulado desde que começou a pandemia mantém-se nos 313.798.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, alertou que está pronto para impor novas restrições de viagens a países vizinhos, caso continue o aumento de contágios.

"Todos entendem que numa pandemia não se pode permitir que a população seja infetada novamente ou que a doença regresse. É por isso que as medidas de quarentena são muito importantes e devemos aplicá-las com muito rigor", afirmou o chefe do Governo.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 749 mil mortos e infetou mais de 20,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LEIA AQUI TUDO SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Recomendadas

Patrocinado

Apoio de