Stellantis suspende produção na única fábrica na Rússia

Grupo automóvel explicou que com esta suspensão de atividade na fábrica de Kaluga garante "o pleno cumprimento de todas as sanções em vigor".

A Stellantis anunciou esta terça-feira que suspendeu a produção na única fábrica de produção de veículos que tem na Rússia, especializada na montagem de furgonetas, devido ao efeito das sanções e às dificuldades na obtenção de peças.

Num comunicado, o grupo automóvel explicou que com esta suspensão de atividade na fábrica de Kaluga garante "o pleno cumprimento de todas as sanções em vigor" e também protege os seus empregados.

Também insistiu que condena a violência e apoia "qualquer ação para restaurar a paz", numa referência direta à invasão russa da Ucrânia.

A Stellantis tinha decidido, pouco depois do início da guerra na Ucrânia, em 24 de fevereiro, suspender todas as operações de exportação e importação com a Rússia.

A suspensão da atividade na sua fábrica de Kaluga - na qual partilha a propriedade com a Mitsubishi, com participações de 70% e 30% respetivamente - é em princípio temporária, embora a empresa não tenha dado qualquer indicação sobre o futuro.

Antes do conflito, 2.700 empregados trabalhavam na fábrica, que monta as furgonetas dos modelos Expert de Peugeot, Jumpy de Citroen e Vivaro de Opel, e apenas 11.000 unidades deixaram as suas linhas de montagem no ano passado.

Estes números ilustram o papel marginal desempenhado pela produção na Rússia por um grupo como a Stellantis, que no ano passado vendeu 6,5 milhões de veículos em todo o mundo.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE A GUERRA NA UCRÂNIA

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de