Tempestade Arwen provoca pelo menos dois mortos no Reino Unido

A chuva, a neve e as fortes rajadas de vento lançaram o caos nas estradas e nos transportes públicos. Há mais de cem mil famílias sem eletricidade.

Pelo menos duas pessoas morreram, este sábado, no Reino Unido, devido à tempestade Arwen. As vítimas mortais foram atingidas pela queda de árvores, provocadas por rajadas de vento que chegaram aos 160 quilómetros por hora.

A Proteção Civil emitiu um raro alerta vermelho na sexta-feira, que foi reduzido para amarelo, ao nascer do dia de sábado. Contudo, as autoridades alertaram que as "fortes rajadas" podem continuar.

A chuva e o vento deixaram muitos britânicos bloqueados em casa, com mais de cem mil famílias sem eletricidade.

Além da chuva e da neve, a tempestade Arwen provocou rajadas de vento que chegaram aos 160 quilómetros por hora, lançando o caos nas estradas e nos transportes públicos. Perto de Manchester, 120 camiões ficaram presos na neve, levando ao encerramento de duas autoestradas.

A circulação de comboios no país de Gales foi suspensa e os passageiros foram aconselhados a cancelar todas as viagens até segunda-feira, com a validade dos bilhetes de fim de semana a ser prolongada até quarta-feira.

A neve também está a impedir as ligações de comboio entre a Escócia e a Inglaterra. Foi emitido o alerta amarelo até às 18h00, indicando, precisamente, que pode haver perturbações nos transportes por causa do vento.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de