Pés na Terra. Música e muito mais num festival diferente

Este sábado e domingo há iniciativas em Arouca, Castelo de Paiva, Castro Daire, Sever do Vouga e Vale de Cambra, com o epicentro na aldeia da Coelheira, São Pedro do Sul.

O Pés na Terra é um festival de base comunitária, organizado de raiz com as comunidades dos diferentes pontos do território das Montanhas Mágicas. Desde o início que tudo está a ser pensado e organizado com os 11 habitantes desta aldeia na serra da Arada.

Nos dias 7 e 8 de maio, há iniciativas em Arouca, Castelo de Paiva, Castro Daire, Sever do Vouga e Vale de Cambra, com o epicentro na aldeia da Coelheira, São Pedro do Sul. A música assume um papel relevante mas há um conjunto de atividades paralelas e descentralizadas.

Um dado muito importante: a sustentabilidade, a consciência ecológica. Assim, as estruturas serão feitas a partir da reutilização de materiais, a sinalética é feita com as placas do xisto que há na aldeia e nas refeições só se utilizam materiais biodegradáveis e ou reutilizáveis. Para reduzir a utilização de transporte individual, haverá escalas de transportes coletivos a partir das Termas de São Pedro do Sul.

Em paralelo, estão previstas diversas atividades para viver a natureza (caminhadas, yoga, pilates, atividades infantis) e ainda gastronomia, artesanato e muita música.

No dia 7, sábado, John Woods, Ohxala, Mâhfoud e Xinobi, no palco do Lago da Garça. Pelas ruas da aldeia, música cigana do Leste da Europa.

No domingo, dia 8, no palco da capela de Santo Antão, Isabel Silvestre, o canto polifónico das mulheres da aldeia do Candal e, ao final do dia, bem a tempo do pôr-do-sol, ​​​​​​​Manel Cruz.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de