Santa Casa Alfama: regressa a festa do Fado

Dois dias e 40 fadistas em 12 espaços diferentes com Camané a destacar-se no primeiro dia e a homenagem a Carlos do Carmo a marcar a noite de sábado no Santa Casa Alfama mas há muito mais para ver e ouvir.

No festival há muito fado e diferentes fadistas para ouvir e a experiência também pode ser muito diferente dependendo do palco ou espaço onde se estiver: a percorrer as características ruas de Alfama ou a ver a cidade num terraço à beira rio.

Camané, Sara Correia, Buba Espinho, Luís Trigacheiro, Fábia Rebordão ou Miguel Moura são alguns dos nomes que vão subir ao palco principal onde na noite de sábado vai acontecer uma homenagem a Carlos do Carmo. O fadista falecido no início deste ano é, de certa maneira, a figura central do Santa Casa Alfama também com um video mapping na fachada do Terminal de Cruzeiros de Lisboa e uma exposição também no interior desse espaço.

São muitos os nomes desta homenagem que não esqueceu também aqueles que acompanharam Carlos do Carmo ao longo da vida: os músicos José Manuel Neto, Carlos Manuel Proença e Marino de Freitas.

Até ao momento maior na noite de sábado há então 40 fadistas para ver e ouvir em cenários que vão da Esplanada do Museu do Fado, onde até o público poderá atuar, até aos palcos em Largos como o do Chafariz de Dentro ou o de São Miguel, Grupo Adicense ou Sociedade Boa União, Palco Amália no Auditório Abreu Advogados ou no Centro Cultural Dr. Magalhães de Lima ou nas Igrejas de São Miguel e de Santo Estevão para além do Terminal de Cruzeiros e do palco principal, o Santa Casa.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de