"Ulisses": obra maior de James Joyce e "texto muito difícil" comemora um século

Tradutor do livro em Portugal aconselha os leitores deste livro a fazerem trabalho de casa.

"Ulisses", de James Joyce, é o grande romance do século XX a nível mundial e faz esta quarta-feira um século. Foi há precisamente cem anos que o escritor britânico recebeu o primeiro exemplar do livro que, em Portugal, foi traduzido há quase dez anos, por Jorge Vaz Carvalho. O tradutor não tem dúvidas em escolher "Ulisses" como o grande romance do século passado. Por isso fez questão de não incluir notas na tradução e explicou o porquê dessa opção.

"'Ulisses' é um texto muito difícil, é um romance dificílimo e, portanto, não é aquele romance que o leitor possa abordar de uma forma absolutamente ingénua ou apenas para passar o tempo, como a esmagadora da literatura que temos por aí. Não é aquele tipo de romance que levamos para a cama para adormecer mais cedo. É um romance que impõe realmente uma grande vigilância, cuidado estético e reflexão. Um grande uso da imaginação e inteligência. Portanto, o que espero daquele a que chamo o leitor culto é que ele próprio se prepare, estude e investigue. Transporte o texto para o que o rodeia. O romance não é só aquilo que está escrito nas páginas, é tudo aquilo que estimula o leitor a conhecer", explicou à TSF Jorge Vaz Carvalho, entrevistado por Fernando Alves.

Ao ler este livro, o leitor também tem de fazer o trabalho de casa e, por isso, a tradução de Jorge Vaz de Carvalho não tem notas adicionadas. Para celebrar o centenário de "Ulisses", a Relógio de Água faz este ano uma edição especial de capa dura.

A tradução de "Ulisses" valeu a Jorge Vaz de Carvalho, em 2015, o Grande Prémio de Tradução Literária da Associação Portuguesa de Tradutores e da Sociedade Portuguesa de Autores.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de