CGD paga dividendo extraordinário de 300 milhões de euros ao Estado até terça-feira

O banco público teve lucros de 429 milhões de euros até setembro, um aumento de 9,4% face aos primeiros nove meses de 2020.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) vai pagar o dividendo extraordinário de 300 milhões de euros ao seu acionista único, o Estado português, até terça-feira, divulgou o banco público.

"A Caixa Geral de Depósitos, S.A. (CGD) informa que, por Deliberação Social Unânime por Escrito do seu acionista único, o Estado Português, de 29 de novembro de 2021, foi determinado o pagamento de um dividendo extraordinário no valor de Euro300.000.000 (trezentos milhões de euros), a liquidar ainda no corrente mês de novembro de 2021", ou seja, até terça-feira, pode ler-se no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) pela instituição.

O banco liderado por Paulo Macedo informou o mercado que a entrega de 300 milhões ao Estado teve por fundamento "as recomendações do Banco Central Europeu (BCE) relativas à distribuição de dividendos durante a pandemia covid-19 e o levantamento, em julho de 2021, das restrições à sua distribuição para além de setembro de 2021".

Segundo a CGD, foi também tida em conta a "a aprovação em Assembleia Geral de 2021 de dividendos limitados, nos termos da recomendação do BCE, ao valor de Euro83.638.807, remetendo para avaliação posterior a possibilidade de serem retomados em face da evolução da posição do BCE".

"A normalização da atividade económica e dos mercados financeiros" e "as deliberações dos órgãos de administração e de fiscalização da CGD em outubro de 2021 favoráveis a esta distribuição de dividendos" foram também pesadas na decisão hoje comunicada.

"Deste modo, a Caixa Geral de Depósitos, S.A. entrega ao seu acionista em 2021 um montante total de Euro383,6 milhões", refere o comunicado.

O pagamento do dividendo extraordinário de 300 milhões de euros já tinha sido anunciado no dia 04 de novembro, aquando da apresentação de resultados do banco público.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) teve lucros de 429 milhões de euros até setembro, um aumento de 9,4% face aos primeiros nove meses de 2020.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de