"Exigiremos que os euros que os algarvios colocaram na TAP sejam respeitados"

Presidente da Comunidade Intermunicipal do Algarve diz que o chairman da TAP reuniu com várias entidades da região.

A Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) lembra que, para o aeroporto de Faro, a TAP só tem a ligação a Lisboa e nunca contou.

"Diria que a TAP nunca foi uma companhia aérea com que o Algarve contasse, o destino faz-se sem o menor envolvimento sem o menor envolvimento da única companhia aérea internacional. Nunca contou para o Algarve", explica à TSF António Pina.

O presidente da AMAL, António Pina, diz que o chairman da TAP, Miguel Frasquilho, reuniu com várias entidades da região e explicou em que processo em que se encontra a companhia aérea portuguesa, mas acredita que no futuro pouco vá mudar.

"Acredito pouco. Estou a aguardar, mas tenho pouca esperança que essas mentes mudem. Estaremos cá o exigir. Temos que dar agora algum tempo para passar este processo, é o momento em que até temos de ter alguma margem para esperar, mas exigiremos que os euros que os algarvios colocaram na TAP sejam respeitados", garante o presidente da Comunidade Intermunicipal do Algarve.

Já o presidente da Entidade Regional de Turismo do Algarve, João Fernandes, sublinha que há negociações em curso com a companhia aérea portuguesa e, num futuro próximo, espera que a frequência das ligações a Lisboa seja maior.

"É essa a nossa ambição e começámos negociações exatamente com esse propósito, com vontade de aumentar as ligações entre Faro-Lisboa, para reduzir os tempos de espera no aeroporto e para melhorar também as ligações que, a partir do hub, podemos ter com a América Latina e com a América do Norte", acrescenta o presidente da Entidade Regional de Turismo do Algarve.

João Fernandes lembra que vêm aí eventos importantes, como a Fórmula 1 e o Moto GP, e que seria uma oportunidade para a TAP ganhar quota de mercado para o Algarve.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de