Transporte aéreo mantém aceleração em fevereiro com 2,6 milhões de passageiros

Em fevereiro de 2022, nos aeroportos nacionais movimentaram-se 2,6 milhões de passageiros e 17.200 toneladas de carga e correio.

Os aeroportos nacionais movimentaram 2,6 milhões de passageiros em fevereiro, o que corresponde a um aumento de 877,9%, em termos homólogos, e uma aceleração face ao mês anterior, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), hoje divulgados.

Segundo as estatísticas rápidas do transporte aéreo, "em fevereiro de 2022, nos aeroportos nacionais movimentaram-se 2,6 milhões de passageiros e 17.200 toneladas de carga e correio (+877,9% e +48,1%, respetivamente)", mostrando uma aceleração face ao mês anterior, em que tinham sido registados crescimentos de 177,4% e 39,2%.

No entanto, comparando com fevereiro de 2020, o mês homólogo antes do início da pandemia, o movimento de passageiros diminuiu 30,5% e o de carga e correio decresceu 1,4%.

Em fevereiro, registou-se o desembarque médio diário de 47.800 passageiros no conjunto dos aeroportos nacionais, um valor dez vezes superior ao registado no mês homólogo de 2021 (4.500), mas ainda distante do observado em fevereiro de 2020 (65.100).

No acumulado de janeiro e fevereiro, França manteve-se como o principal país de origem e de destino dos voos, com subidas de 330,2% no número de passageiros desembarcados e de 200,1% no número de passageiros embarcados, face ao período homólogo de 2021.

Na segunda posição ficou o Reino Unido, que no mesmo período de 2021 não se encontrava entre os cinco principais países, e Espanha assumiu a terceira posição.

Nos primeiros dois meses do ano, o aeroporto de Lisboa movimentou 55,4% do total de passageiros (2,6 milhões) e registou um crescimento de 383,4% face ao período homólogo de 2021 (-38,9% comparando com o mesmo período de 2020).

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de