PSD recorda Laura Ferreira como figura muito acarinhada e que deixa saudades

O partido disse ter recebido "com grande consternação" a notícia da morte de Laura Ferreira, mulher do ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho.

"Foi com grande consternação que o Partido Social Democrata recebeu a notícia do falecimento de Laura Ferreira, mulher de Pedro Passos Coelho, ex-primeiro-ministro e ex-presidente do PSD", refere uma nota publicada no 'site' do partido político.

No texto, o PSD assinala que Laura Ferreira, que morreu em Lisboa durante a noite, era uma "figura muito acarinhada por toda a família social-democrata", e "deixa saudades nos que com ela conviveram ao longo dos anos".

A nota indica igualmente que o presidente do PSD, Rui Rio, "expressa a Pedro Passos Coelho e à restante família o seu mais sentido pesar nesta hora".

A mulher do ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, Laura Ferreira, de 54 anos, morreu, esta terça-feira, vítima de um tumor.

Outras Notícias

Patrocinado

Apoio de

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de