Rio e a venda da seguradora do Novo Banco: "As perdas pagaram os contribuintes"

Presidente do PSD usou as redes sociais para questionar quem será o último beneficiário dos negócios do Novo Banco.

O presidente do PSD, Rui Rio, garante que as perdas de mais de 260 milhões de euros da seguradora do Novo Banco foram pagas pelos contribuintes.

Um dia depois do jornal Público ter avançado com a notícia da venda da seguradora em 2016 por 123 milhões de euros, adiantando que as perdas foram compensadas com capital do fundo de resolução, o líder do PSD critica a operação, numa publicação no Twitter, e questiona quem será o último beneficiário do negócio.

"Em 2016, no balanço do Banco Bom, a GNB Vida valia 620 M€. Em Junho de 2019 tinha capitais próprios de 391 M€. Três meses depois é vendida por 123 M€. As perdas, que dizem ser de 268 M€, pagaram os contribuintes. E ainda falta saber quem é o último beneficiário desta coisa", escreveu Rui Rio.

Já ontem, o deputado do PSD Duarte Pacheco admitia, em declarações à TSF, que os negócios do novo banco possam ser alvo de uma comissão parlamentar de inquérito.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de