Siza Vieira defende que o plano Costa Silva é a continuidade

No dia em que o plano vai ser apresentado em detalhe, o ministro da Economia diz na TSF que o plano acentua o que tem sido feito, mais numa áreas que noutras.

O ministro da Economia garante que "não há ali (no documento de António Costa Silva) nada que desvie o Governo das opções fundamentais" para a economia portuguesa.

No dia em que o documento completo é apresentado, Pedro Siza Vieira diz que "tem acompanhado de forma interessada a elaboração do documento", e de forma alguma se sentiu ultrapassado, por um documento estratégico elaborado por alguém externo ao Governo.

"A aposta da reindustrialização, na qualificação e na inovação, são apostas que o país vem percorrendo há alguns anos", explica o ministro a propósito do sentido de continuidade do plano.

Pedro Siza Vieira recorda que o documento Costa Silva servirá de base para elaborar o plano de recuperação económica que Portugal tem de entregar em Bruxelas, até outubro.

Recomendadas

Patrocinado

Apoio de