GNR deteve homem na Sertã e apreendeu mais de 3300 plantas de canábis

O detido permaneceu nas instalações da Guarda e será esta sexta-feira presente ao Tribunal Judicial da Sertã, para aplicação de medidas de coação adequadas.

A GNR deteve um homem por cultivo de estupefacientes, na Sertã (Castelo Branco), e apreendeu mais de 3300 plantas de canábis, anunciou esta sexta-feira a corporação.

Em comunicado, a GNR explica que a operação foi concretizada pelo Comando Territorial de Castelo Branco, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da Sertã, e que no âmbito de investigação, que decorria desde julho, foram cumpridos quatro mandados de busca.

A GNR conseguiu concluir que o homem tinha uma plantação de canábis num terreno agrícola e, no cumprimento dos mandados de busca, foram apreendidas 3.382 plantas de canábis, 74 quilos de "sumidades floridas de canábis" e diverso material.

Entre os objetos apreendidos contam-se seis secadores em madeira, cinco depósitos de água, três bombas de água, um veículo, um motor de rega, um motocultivador, um desumidificador, vários sacos de fertilizantes e diverso material relacionado com o corte e secagem das plantas.

O detido permaneceu nas instalações da Guarda e será esta sexta-feira presente ao Tribunal Judicial da Sertã, para aplicação de medidas de coação adequadas.

Esta ação contou com o reforço do Destacamento de Intervenção (DI), de elementos da Investigação Criminal Operativa e da subsecção de Criminalística, acrescenta a GNR.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de