"Trabalhar por antecipação." Mafra declara estado de alerta devido à greve

Autarquia tem a convicção de que esta é a melhor forma de lidar com a situação para proteger os munícipes.

A Câmara Municipal de Mafra decretou estado de alerta municipal devido à greve dos motoristas que se inicia na próxima segunda-feira. A informação foi avançada inicialmente na página de Facebook da VOST Portugal , o grupo de Voluntários Digitais em Situações de Emergência.

Aldevina Rodrigues, vereadora da Segurança e Proteção Civil, explica à TSF que a autarquia está a "trabalhar por antecipação". "Como nos foram atribuídos apenas dois postos de combustível para as viaturas de emergência, decidimos avançar por uma declaração do estado de alerta, com o intuito de prevenir, de modo a que todos os nossos munícipes tenham capacidade de abastecimento", justificou a responsável.

Os habitantes de Mafra poderão abastecer carros ligeiros de passageiros com "25 litros de gasóleo e gasolina simples", enquanto os carros de transportes de mercadorias e produtos agrícolas podem encher os depósitos com 100 litros.

"Esta deliberação foi muito pensada, muito trabalhada", admite, explicando que todos os agentes do concelho foram consultados e que os postos vão estar a funcionar em pleno.

A autarquia não teme críticas e a vereadora explica que existe "plena convicção" de que o trabalho está a ser "muito bem" feito.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de