Ter um cão faz bem ao coração, literalmente

Estudo garante que a companhia de um cão traz benefícios para a saúde cardiovascular.

Ter um animal de companhia faz bem ao coração, principalmente se for um cão. A conclusão é de um estudo publicado na revista Mayo Clinic Proceedings, depois de uma análise que comparou a convivência com animais e os riscos cardiovasculares.

A investigação analisou mais de duas mil pessoas em quase dois anos e haverá uma continuação do acompanhamento até 2030.

Há diversos fatores a ter em conta diversos, desde a dieta à atividade física, passando pelos hábitos de tabagismo, a pressão arterial, a glicemia e o colesterol. Depois das pontuações atribuídas a cada um dos parâmetros, o estudo foi perceber quem tinha ou não animais de estimação.

"As pessoas com animais de estimação tinham uma maior probabilidade de fazer exercício físico, de ter uma melhor dieta e apresentavam um nível ideal de açúcar no sangue", explicou Andrea Maugeri, Ph.D., do Centro Internacional de Pesquisa Clínica da Universidade de St. Anne. do hospital de Brno. A especialista refere ainda que "os maiores beneficiários eram os donos de cães, independentemente de idade, sexo e nível educacional".

A companhia de um animal de estimação estimula um "estilo de vida mais ativo", o que melhora a saúde cardiovascular, garante a investigação.

Noutras pesquisas recordadas pela revista Mayo Clinic Proceedings, ter um cão é associado a uma melhor saúde mental e também à perceção de menos isolamento social, sendo que ambos os fatores são de risco para os ataques cardiovasculares.

Engageya Widget 1

Engageya Widget 2

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de