Marcelo diz que é preciso reforçar cultura democrática que previna corrupção

O Presidente da República realça "a importância de salvaguardar uma adequada arquitetura institucional".

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, sublinhou esta quinta-feira a necessidade de reforçar "uma cultura democrática preventiva em relação ao fenómeno perverso e criminoso da corrupção", assinalando o Dia Internacional Contra a Corrupção.

Numa publicação na portal oficial da Presidência da República, o chefe de Estado assinalou "a importância de salvaguardar uma adequada arquitetura institucional, reforçando o âmbito de intervenção do Tribunal de Contas e das restantes componentes da Justiça".

"Neste Dia Internacional Contra a Corrupção, o Presidente da República sublinha a necessidade de reforço de uma cultura democrática preventiva em relação ao fenómeno perverso e criminoso da corrupção", apelou.

Segundo Marcelo Rebelo de Sousa, a corrupção destrói a "riqueza nacional" e é um "fator de desigualdade.

É por isso necessária uma cultura democrática "capaz de envolver a sociedade portuguesa desde os bancos da educação até à intervenção judiciária, com os meios necessários e adequados" à repressão da corrupção.

Em relação à "adequada arquitetura institucional", o Presidente da República refere a "recente promulgação do diploma que cria o Mecanismo Nacional Anticorrupção, bem como sublinha a promulgação, hoje, das medidas da Estratégia Nacional Anticorrupção e a Diretiva sobre proteção de denunciantes de violação do direito da União Europeia".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de