Quatro dos seis feridos do incêndio em Nelas já tiveram alta hospitalar

Dois bombeiros, feridos gravemente, permanecem internados no Centro Hospitalar de Tondela-Viseu.

Quatro dos seis feridos do incêndio ocorrido esta quarta-feira à tarde em Vale de Madeiros, Canas de Senhorim, já tiveram alta hospitalar.

Contudo, permanecem internados dois bombeiros no Centro Hospitalar de Tondela-Viseu, que ficaram feridos com gravidade.

Os operacionais foram operados esta quarta-feira e um dos bombeiros encontra-se nos cuidados intensivos.

Os três bombeiros e um soldado da GNR, chegaram ao hospital com ferimentos considerados leves e já tiveram alta hospitalar.

O homem que terá causado o incêndio e as explosões já foi detido. O principal suspeito tem 62 anos e o caso já está a ser investigado pela PJ.

Durante as operações no terreno foram encontrados "engenhos explosivos", confirmou o CDOS de Viseu, Miguel David.

Em declarações aos jornalistas, o comandante da Guarda Nacional Republicana local confirmou que uma pessoa está "sob custódia policial". "Estamos a tentar perceber o que é, o que existiu ali, para verificar a existência de crime", sublinhando que "estão a ser feitas diligências policiais".

De acordo com o INEM, as vítimas foram transportadas para o hospital de Viseu e para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra.

A mesma fonte indicou ainda que as explosões ocorreram no interior como no exterior de uma habitação, onde começou o fogo. O alerta foi dado pouco depois das 15h00. No local, estiveram 91 operacionais, apoiados por mais de 30 viaturas.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de