Trânsito vai continuar condicionado na Serra de Sintra até terça-feira

Circulação está condicionada desde 17 de julho devido ao risco de incêndio.

O trânsito na serra de Sintra, distrito de Lisboa, vai continuar interditado até ao fim do dia de terça-feira devido ao risco de incêndio, exceto para moradores, empresas, transportes públicos e veículos de socorro, determinou este domingo o município.

A circulação na serra Sintra está condicionada desde o dia 17 de julho devido aos alertas da Proteção Civil para risco de incêndio e a autarquia revelou em comunicado que foi deliberado prolongar "o condicionamento de transito nas vias municipais" até às 23:59 de 11 de agosto.

De acordo com a Câmara, na segunda e terça-feira "passam a poder circular" na serra de Sintra "veículos de moradores e de empresas aí sediadas, transportes públicos de passageiros (com alvará emitido pela entidade competente), veículos de socorro, de emergência e das entidades integrantes do Sistema Municipal de Proteção Civil".

A decisão de hoje é justificada pela "previsão, para o concelho de Sintra, de Risco de Incêndio Rural elevado até terça-feira", bem como pelo facto de estar em vigor o "Período Crítico de Incêndios Rurais [até 30 de setembro]".

A Câmara observa que a "interdição do trânsito nas vias municipais do perímetro da Serra de Sintra será avaliada de 12 em 12 horas, podendo ser agravada ou desagravada, tendo em conta as condições que se possam vir a registar".

A autarquia já tinha decidido encerrar o perímetro florestal da Serra de Sintra até à meia-noite de hoje, "na sequência da decisão do Governo de declarar a situação de alerta" devido aos incêndios.

Por esse motivo, acrescenta a autarquia, vigora "a proibição de circulação, estacionamento e permanência de viaturas no interior do perímetro florestal, exceto para veículos de moradores e de empresas aí sediadas, veículos de socorro, de emergência e das entidades integrantes do Sistema Municipal de Proteção Civil".

"Urge proteger quem vive e visita Sintra com a adoção de medidas adequadas no âmbito da Proteção Civil. Urge preservar a serra de Sintra, Património Mundial UNESCO da Paisagem Cultural, e defendê-la para as gerações vindouras", destaca a nota de imprensa da autarquia.

A Serra de Sintra, localizada no distrito de Lisboa, integra uma região de proteção classificada como sensível ao risco de incêndio florestal, caracterizada por um elevado número de visitantes.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de