Três padres de Viseu infetados com Covid-19 após retiro em Gaia

Párocos realizaram missas, batizados e tiveram contacto com paroquianos antes de terem recebido o resultado dos testes.

Há pelo menos três padres na diocese de Viseu infetados com o novo coronavírus. Os párocos contraíram Covid-19 depois de terem participado, em finais de julho, num retiro na zona de Vila Nova de Gaia, onde estiveram cerca de 15 pessoas. O encontro ocorreu numa casa espiritual ligada a uma instituição da Igreja.

Os sacerdotes dos concelhos de Viseu, Mangualde e Sátão estão agora em isolamento em casa depois de terem testado positivo. Fizeram o teste depois de descobrirem que um padre que tinha estado também no retiro tinha a doença.

Antes de descobrirem que estavam infetados realizaram missas, batizados e contactaram com paroquianos. As equipas de saúde pública estão agora no terreno para apurar os casos das pessoas que estiveram com o pároco em causa.

O bispo de Viseu, D. António Luciano, remete explicações para as autoridades de saúde, que afastam, pelo menos para já, a existência de qualquer surto na região de Viseu.

Sem quantificar, a saúde pública diz que algumas pessoas estão agora em isolamento, tal como os padres. Outras tiveram que fazer o teste, aguardando ainda o resultado do mesmo. Só nos próximos dias é que se saberá se os sacerdotes infetaram alguém.

No concelho de Mangualde, de onde é um dos padres com Covid - e numa medida de precaução -, dois lares de idosos já encerraram as visitas aos utentes e por tempo indeterminado.

O pároco em causa está à frente de uma instituição social, com um lar, onde morreram já dez pessoas por causa da pandemia. Outras 64 foram infetadas, entre utentes e funcionários da instituição.

A Diocese do Porto diz desconhecer a realização de qualquer retiro na zona de Vila Nova de Gaia e garante que não organizou qualquer iniciativa e desconhece também a existência de qualquer surto.

LEIA AQUI TUDO SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de