Um bombeiro morreu e um ferido grave em incêndio na Lousã

O fogo terá tido origem numa trovoada seca. Mais de 200 operacionais estão no terreno.

Um bombeiro morreu e outro ficou ferido com gravidade na sequência de um incêndio na serra da Lousã. A informação foi avançada à RTP pelo presidente da Câmara, Luís Nunes e confirmada pela TSF.

De acordo com o autarca, o fogo foi controlado após varias horas de combate. No local estiveram mais de 200 operacionais de diversas corporações.

Ouvido pela TSF, o tenente-coronel Sérgio Trindade, da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil confirmou que o ferido sofreu queimaduras nas pernas e foi encaminhado para um hospital de Coimbra.

A vítima mortal e o outro bombeiro ferido era o chefe de equipa dos Bombeiros Voluntários de Miranda do Corvo.

O fogo terá tido origem numa trovoada seca ao início da noite.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil emitiu esta tarde um alerta para o risco de incêndio associado à previsão de trovoada seca regiões do interior Norte e Centro e Alto Alentejo.

Recomendadas

Patrocinado

Apoio de