II Conferência Gestão da Vegetação

"Manter a Energia, preservando a Floresta" é o tema que dá continuidade à iniciativa da EDP Distribuição que vai juntar a 4 de junho um painel de especialistas em diversas áreas abrangidas pela legislação florestal.

O fórum em formato digital acontece no momento em que está em preparação um novo Decreto Lei sobre o Sistema Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios onde se inclui as faixas de gestão de combustível.

A organização da conferência pretende "promover a discussão técnica e sustentada que contribua para a estruturação de uma legislação coerente, clara e objetiva quanto à implementação de proteção da floresta e da eficiência dos respetivos investimentos". Entre os participantes está João Catarino, secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território e Francisco Castro Rego, presidente do Observatório Técnico Independente, entidade responsável pela avaliação dos incêndios florestais e rurais que presta apoio científico às comissões parlamentares com competência em matéria de gestão integrada de incêndios rurais, proteção civil, ordenamento do território, agricultura e desenvolvimento rural, floresta e conservação da natureza.

Vão participar também nesta sessão técnicos e investigadores, que apresentarão dois estudos. Uma das equipas de investigação vai abordar a relação dos elementos lineares da paisagem (linhas de água, estradas e linhas de alta e média tensão) com as áreas ardidas nos últimos seis anos. Concluiu-se matematicamente quais os elementos que favorecem ou travam a progressão do fogo. Trata-se de um trabalho que pode servir de suporte ao planeamento territorial e à tomada de decisões. Numa outra apresentação vai surgir a proposta para desenvolvimento de uma ferramenta baseada em modelos de produtividade e de crescimento das espécies florestais para otimizar a periodicidade das inspeções da distância das árvores existentes às redes de distribuição.

Linhas áreas em espaço florestal dão 10 voltas a Portugal

A EDP Distribuição gere 179.000 quilómetros de linhas aéreas nos diferentes níveis de tensão (baixa, média e alta tensão) das quais mais de 28.000 em espaços florestais, o equivalente a dez vezes o perímetro de Portugal Continental. O contrato de concessão obriga a empresa a realizar a inspeção regular e metódica da rede de distribuição, para verificar que proprietários e entidades cumprem as distâncias de segurança, no âmbito das zonas de proteção. No âmbito da Defesa da Floresta Contra Incêndios, a EDP Distribuição é uma das entidades com responsabilidades na constituição da rede secundária de faixas de gestão de combustível.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de