À terceira não foi de vez. Benfica volta a sair derrotado da final da Liga dos Campeões jovem

O Benfica perdeu pela 3ª vez na final da Uefa Youth League. A má primeira parte e falta de eficácia dilataram o resultado final.

Terceira final, terceira derrota. O Benfica voltou a falhar esta terça-feira a conquista da Liga dos Campeões de juniores, tal como tinha acontecido em 2013/14 e 2015/16. A equipa portuguesa perdeu por 3-2 com o Real Madrid, no jogo que valeu o primeiro título da Youth League aos merengues.

O primeiro tempo pouco conseguido do Benfica ditou uma desvantagem de 2-0 ao intervalo. Apesar da pressão inicial, os encarnados não conseguiram criar situações de perigo junto à baliza de Luís López. O Real Madrid aproveitou os erros da defensiva encarnada e marco por Pablo Rodríguez e num autogolo de Jocú, dois lances com a assinatura do esquerdino Sergio Arribas.

No segundo tempo o Benfica entrou melhor e até marcou primeiro. Gonçalo Ramos - ele que já se estreou e marcou dois golos na equipa principal do Benfica -, anotou o primeiro golo dos encarnados. Mas no mesmo minuto, Gutiérrez fez o 1-3, aproveitando a desconcentração do Benfica logo após o retomar da partida.

De cabeça, Gonçalo Ramos voltou a marcar. O Benfica dispôs ainda de uma grande penalidade - lance do inevitável Tiago Araújo -, não concretizada por Tiago Dantas, capitão encarnado. Até final, Henrique Araújo teve ainda uma perdida dentro da grande área adversária quando, sem oposição, atirou à trave em zona frontal, já para lá dos 90 minutos.

O Real Madrid conquista pela primeira vez este título europeu. Sucede ao Futebol Clube do Porto como vencedor do troféu.

Para o Benfica esta é a terceira final europeia de juniores perdida. O Benfica esteve na primeira final de sempre, em 2013/2014, ano de criação da prova, mas perdeu frente ao Barcelona por 3-0, num jogo onde estiveram nomes como Gonçalo Guedes ou Nuno Santos do lado encarnado, Haddadi, Adama Traoré ou Paco Alcácer do lado catalão. Voltou a perder em 2016/2017 frente aos austriacos do Red Bull Salzburgo por 1-2, num encontro onde, do lado do Benfica, alinhavam os jovens Rúben Dias, Florentino, João Félix ou Gedson Fernandes.

O jogo:

Os encarnados falharam uma grande penalidade no segundo tempo e tiveram ainda uma bola à trave num lance que parecia de conclusão fácil, já para lá dos 90 minutos (99').

Apito final. O Benfica perde a final da Liga dos Campeões de juniores (99')

Henrique Araújo atira ao poste. Benfica mais uma vez perto do golo, momentos finais dos sete minutos de tempo de compensação. O Benfica ainda tenta o empate (94').

Sucessão de passes errados. Benfica com dificuldades em criar perigo nos últimos minutos. Nervosismo também no banco do Real Madrid. Raúl impaciente.

Últimos dez minutos da partida com o Benfica ainda em busca do empate. Luís Castro pede calma ao jogadores a partir do banco dos encarnados.

Responde o Real Madrid novamente por Sergio Arribas. Lance pela direita do médio, travado por Morato. Amarelo para Léo Kokubo por empurrar o jogador do Real Madrid com o jogo parado. Amarelo também para Arribas (75'). O jogo entra no último quarto de hora.

Luís Lopes tenta de bicicleta fazer o golo do Benfica. Falhou o alvo e fez falta, diz o árbitro da partida.

Tiago Dantas falha de grande penalidade aquele que poderia ter sido golo do empate (67'). Castigo máximo após falta na grande área em resposta a cruzamento de Tiago Araújo. O médio e capitão do Benfica permitiu a defesa do guarda-redes do Real Madrid.

Úmaro Embalo com problemas físicos tem de sair. Entra Luís Lopes para o seu lugar. Os jogadores do Benfica pediam a Úmaro para "não arriscar". O jogador sofreu uma lesão grave esta temporada (64')

Gonçalo Ramos volta a marcar para o Benfica. Jogo em ritmo frenético. Lance de ataque rápido faz os encarnados voltar a acreditar na reviravolta. Canto conquistado à direita e Gonçalo Ramos fez o 2-3 (58').

Dois golos num único minuto. Gonçalo Ramos reduz a desvantagem encarnada. Marca após lance de insistência. Luís López ainda defendeu por duas vezes. No mesmo minuto, o Real Madrid volta a marcar (1-3) por Gutiérrez (49').

O Benfica conquista o primeiro canto do segundo tempo. Rafael Brito atira ao lado de cabeça (47').

O segundo tempo começa com alterações no Benfica. Ronaldo Camará e Rafael Brito entram para o lugar de Filipe Cruz e Henrique Jocú. Arrisca Luís Castro com a entrada de um médio ofensivo e de "Rafa" Brito para a lateral.

Intervalo na partida. O Benfica sem capacidade para reagir ao golo do Real Madrid apontado por Pablo Rodríguez. Os melhores lances da partida foram dos espanhóis. Ao cair do pano na primeira parte, Henrique Jocú fez autogolo depois de (mais um) cruzamento de Sergio Arribas. O médio do Real Madrid fez a assistência para o primeiro golo.

Henrique Jocú faz autogolo. Cruzamento de Sergio Arribas e o médio do Benfica a trair o guarda-redes encarnado. O Real Madrid volta a marcar no final do primeiro tempo (45').

Cinco minutos finais do primeiro (43') tempo com o Benfica a trocar a bola sem perigo no meio-campo do Real Madrid.

Mais um canto para o Real Madrid (36'). Sergio Arribas novamente em destaque no lance de perigo anterior. Do pé esquerdo do camisola 22 os melhores lances da partida, incluindo a assistência para o golo de Pablo Rodríguez.

Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, nas bancadas em Nyon (35'). Também Luís Filipe Vieira e Rui Costa estão na bancada.

Pablo Rodríguez substituído por Jordi (30') . O avançado do Real Madrid ficou lesionado na sequência do lance do golo.

(25') Pablo Rodríguez faz o primeiro golo do jogo (0-1). De cabeça bate a defensiva do Benfica após cruzamento de Arribas do lado direito do ataque.

(24') O treinador do Benfica insiste na necessidade da equipa ter bola. Depois de dez minutos iniciais com muita posse, o Benfica tem dificuldade em chegar à área adversária. Sempre mais perigoso o Real Madrid no ataque rápido. A ausência de público permite perceber as indicações vindas do banco.

(22') Primeiro amarelo da partida para Ramón, central do Real Madrid. Raúl protesta no banco contra a decisão.

(20') Grande corte de Tomás Araújo depois de lance rápido do Real Madrid. Os espanhóis perigosos sempre que recuperam a bola. Na sequência do lance, boa intervenção de Léo Kokubo na baliza do Benfica.

(17') Luís Castro pede à equipa do Benfica que insista na pressão aos jogadores do Real Madrid. Os encarnados tentam construir a primeira ocasião de perigo depois da boa entrada do Real Madrid.

(15') Dificuldades do Benfica para conter o Real Madrid. Os "blancos" obrigam a alterações na equipa encarnada. Tiago Araújo troca de flanco com Úmaro Embalo. Gonçalo Ramos joga mais próximo de Tiago Dantas, ao contrário do que aconteceu na meia-final.

(9') Grande oportunidade para o Real Madrid. Pablo Rodriguez perto do golo, valeu a intervenção da defensiva encarnada. Jogada do pé esquerdo de Arribas. Primeiro sinal de perigo do Real.

(8') Falta dura de Marvin Park sobre João Ferreira. O Benfica continua a jogar no meio campo do Real Madrid. Audíveis as instruções constantes de Luís Castro, o treinador do Benfica, muito interventivo.

(5') Benfica com duas alterações em relação ao jogo da meia-final. Saem Pedro Alvaro e Paulo Bernardo para dar lugar a Tomás Araújo e Henrique Araújo. Tiago Araújo ensaiou o primeiro lance de perigo pela esquerda. Pressionam os encarnados nos primeiros minutos.

Começa a partida na Suíça. Raúl González Blanco é o treinador da equipa do Real Madrid. O antigo goleador espanhol foi durante vários anos o melhor marcador de sempre da Liga dos Campeões - na versão sénior - e orienta agora esta equipa do Real na primeira presença na final desta prova.

Em Colovray, a 400 metros do centro de decisão do futebol europeu na sede da UEFA, Benfica e Real Madrid jogam esta tarde pelo título de campeões da Europa de jovens. O presidente dos encarnados e o administrador da SAD vão estar presentes na terceira final que o Benfica disputa nesta prova.

Onzes iniciais:

Benfica: Léo Kokubo; Filipe Cruz, Tomás Araújo, Morato, João Ferreira; Henrique Jocu, Tiago Dantas; Umaro Embaló, Gonçalo Ramos e Tiago Araújo; Henrique Araújo

Real Madrid: Luis López; Santos, Gutiérrez, Ramon, Chust; Blanco; Park, Morante, Arribas, Carlos Dotor; Rodríguez

Benfica na final após bater Ajax

O Benfica qualificou-se para a final ao vencer por 3-0 o Ajax, nas meias-finais da prova. A formação "encarnada" tem como adversário na final europeia desta competição de juniores, o Real Madrid que eliminou o Salzburgo.

O Benfica esteve na primeira final de sempre, em 2013/2014, ano de criação da prova, mas perdeu frente ao Barcelona por 3-0, num jogo onde estiveram nomes como Gonçalo Guedes ou Nuno Santos do lado encarnado, Haddadi, Adama Traoré ou Paco Alcácer do lado catalão. Voltou a perder em 2016/2017 frente aos austriacos do Red Bull Salzburgo por 1-2, num encontro onde, do lado do Benfica, alinhavam os jovens Rúben Dias, Florentino, João Félix ou Gedson Fernandes.

O Sport Lisboa e Benfica tenta suceder ao Futebol Clube do Porto na conquista da Liga dos Campeões sub-19 - escalão de juniores -, depois da vitória na final de 2019/2020 dos dragões frente ao Chelsea por 3-1.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de