Incerteza até ao fim na Luz. Benfica empata com Rangers em jogo com seis golos

O Benfica continua na liderança do Grupo D, com os mesmos pontos do Rangers. Veja os golos.

O Benfica empatou frente ao Rangers a três, depois de ter estado grande parte do jogo a perder por 3-1. Otamendi foi expulso logo aos 20 minutos e deixou a equipa a jogar com dez. Nos 15 minutos finais, os encarnados fizeram dois golos, quando os escoceses tinham a vitória na mão.

A mudança estava no banco: Darwin entrou, deu a marcar e ainda foi a tempo de faturar.

O jogo começou logo com um golo do Benfica. Foram precisos apenas 59 segundos para os encarnados se adiantarem no marcador, com um autogolo de Goldson. Rafa insistiu pelo lado direito, e o jogador dos escoceses, com um toque subtil, introduziu a bola na própria baliza.

Este foi o primeiro golo sofrido do Rangers na Liga Europa, e logo com um recorde: Goldson fez o autogolo mais rápido de sempre na Liga Europa. A equipa orientada por Steven Gerrard continua invicta nesta temporada.

A equipa escocesa reagiu ao golo sofrido e foi crescendo no jogo. O Rangers tem mais posse de bola do que o Benfica.

A chuva juntou-se ao jogo, e logo torrencialmente. Steven Gerrard abrigou-se no banco de suplentes, e Jorge Jesus foi obrigado a meter o capuz, e foi assim que viu a falta de Otamendi, que lhe valeu a expulsão. Ryan Kent ia isolado para a baliza e o defesa encarnado tocou no jogador com falta. Os encarnados estão a jogar com dez.

Jorge Jesus tentou equilibrar a equipa e lançou Jardel para o lugar de Pizzi. O médio do Benfica estava a ser uma das peças principais das águias.

Minutos depois... mais um autogolo, desta vez a pender para o Rangers. Tavernier recebe e cruza, Diogo Gonçalves tenta o corte, mas acaba por trair Vlachodimos.

A reviravolta no marcador surgiu segundos depois. Dois golos em dois minutos. Morelos colocou em Kamara que rematou colocado para o segundo golo da equipa. O Benfica está a perder e com menos um jogador em campo.

O Rangers foi crescendo e esteve mesmo perto do terceiro na Luz. Aribo cabeceou ao lado, e as águias respiraram de alívio.

As duas equipas somam seis pontos na Liga Europa e disputam a liderança do grupo. Ao contrário do Standard de Liège, os escoceses não vêm a Portugal para jogar à defesa. O Rangers entra facilmente no meio campo defensivo do Benfica.

Rafa impaciente. O avançado do Benfica recebeu de Weigl e cruzou para uma área deserta. McGregor agarrou sem dificuldades.

Grande corte de Vertonghen. Kamara colocou em Morelos que já estava pronto para rematar. Valeu o carrinho do belga.

Até ao intervalo, o Rangers controlou o jogo e ameaçou mesmo o terceiro golo. O Benfica terminou a primeira parte sem qualquer remate à baliza.

Para a segunda parte, duas alterações: sai Diogo Gonçalves e Nuno Tavares, entra Gilberto e Grimaldo.

Apesar das substituições, a segunda parte começou tal como terminou a primeira: com o Rangers à procura do terceiro golo.

Tavernier numa arrancada, com espaço para parar e pensar. Colocou a bola no segundo poste, onde estava Morelos que encostou para o 3-1.

O Rangers não dava descanso aos encarnados. Tavernier continua a mostrar a desorganização defensiva do Benfica, rematou, mas a bola a cair facilmente nas mãos de Vlachodimos.

Jorge Jesus mexeu no ataque. Darwin entrou para o lugar de Seferovic, e estava aqui a chave do jogo.

Minutos depois, Darwin insistiu frente à defensiva escocesa e colocou em Rafa que só teve de encostar para o 3-2. O Benfica voltava a acreditar.

O Rangers tentava controlar o jogo a meio campo. Vlachodimos tirou o pão da boca a Morelos, que se preparava para fazer o 4-2, mas foi o Benfica que marcou.

Darwin empatou a partida em cima do apito final e conquistou um ponto para os encarnados. Foi um empate com sabor a vitória para a equipa de Jorge Jesus.

Os encarnados estão no primeiro lugar do grupo, em igualdade pontual com o Rangers. No terceiro lugar aparece o Lech Poznan a quatro pontos da liderança.

Onze do Benfica: Vlachodimos, Diogo Gonçalves, Otamendi, Vertonghen, Nuno Tavares, Pizzi, Weigl, Taarabt, Everton, Seferovic e Rafa.

Onze do Rangers: McGregor, Tavernier, Goldson, Helander, Barisic, Davis, Jack, Kamara, Aribo, Kent e Morelos.

Suplentes do Benfica: Svilar, Helton Leite, Gilberto, Grimaldo, Jardel, Ferro, Gabriel, Chiquinho, Darwin Núñez, Waldschmidt, Cervi, Gonçalo Ramos.

Suplentes do Rangers: McLaughlin, Bassey, Patterson, Balogun, Hagi, Barjonas, Arfield, Dickson, Itten, Barker, Stewart, Roofe.

Recomendadas

Patrocinado

Apoio de