Boavista e Gil Vicente agarram um ponto no arranque da segunda volta

Veja os golos. Makouta e Samuel Lino marcaram os golos de uma partida que acabou com divisão de pontos.

Boavista e Gil Vicente empataram este sábado 1-1, no arranque da 18.ª jornada e da segunda volta da Primeira Liga, contribuindo com estilos futebolísticos distintos para um jogo competitivo, em que Petar Musa viu dois golos anulados por fora de jogo.

No Estádio do Bessa, o congolês Gaius Makouta estreou-se a marcar pelos portuenses, aos quatro minutos, mas o brasileiro Samuel Lino fixou o resultado final, aos 67, para o sexto golo na prova, inibindo o regresso dos barcelenses às derrotas três rondas depois.

O Gil Vicente quebrou uma série de duas vitórias seguidas e mantém-se provisoriamente no quinto lugar, de acesso às competições europeias, com 27 pontos, nove acima do Boavista, 10.º colocado e acentuou o estatuto de 'rei' dos empates, com nove.

Um dia depois da reeleição do presidente Vítor Murta para mais três anos de mandato, o conjunto de Petit subiu ao relvado com Jackson Porozo, restabelecido da Covid-19, a substituir no onze Tiago Ilori, ausente devido a um teste positivo para o coronavírus.

O jogo ainda não definira tendências quando os anfitriões inauguraram o marcador aos quatro minutos, com Gaius Makouta a atacar de cabeça e sem oposição um canto batido na esquerda por Gustavo Sauer, deixando a bola fora do alcance de Ziga Frelih.

Os pupilos de Ricardo Soares, sem novidades nos titulares, tentaram reagir em ataque posicional, mas o Boavista mostrou-se confortável em bloco baixo e foi anulando sem dificuldade as unidades criativas do Gil Vicente, na perspetiva de ativar contra-ataques.

Foi dessa forma que Paul-Georges Ntep, lançado por Sauer, escapou em profundidade, aos 25 minutos, mas viu Ziga Frelih segurar a vantagem mínima, que perdurou até ao intervalo, tardando os minhotos em descobrir soluções para incomodar Rafael Bracali.

Perante nova entrada desconcentrada dos visitantes na segunda etapa, o guarda-redes esloveno voltou a sobressair aos 47 minutos, ao afastar para a frente um 'disparo' de Sauer, com Petar Musa a atirar por alto na recarga, e aos 55, face ao 'tiro' de Paul Ntep.

Entre esses dois lances, aos 49 minutos, os 'axadrezados' lamentaram um golo anulado ao croata, apanhado em fora de jogo por apenas três centímetros, numa fase em que Pedrinho, com investidas aos 48 e 57, ia agitando um desinspirado ataque barcelense.

Dos pés do médio nasceu o tento da igualdade, aos 67 minutos, ao desmarcar Samuel Lino para uma conclusão sobre Rafael Bracali, dando alento à estratégia de Ricardo Soares, que tinha acabado de chamar do banco Antoine Leautey e Giorgi Aburjania.

O Gil Vicente capitalizou um dos raros momentos de desequilíbrio pelo corredor central, mas sofreu até ao fim para segurar um ponto precioso, sobretudo aos 77 minutos, com Frelih a afastar um pontapé de Makouta e Musa a 'faturar' outra vez em posição ilegal.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de