Cartão branco e bandeira da ética foram premiados

O Plano Nacional da Ética para o Desporto foi distinguido com um prémio internacional. O coordenador deste plano governamental sonha em alargar algumas medidas ao desporto profissional.

O Plano Nacional de Ética do Desporto foi distinguido com o prémio "Peace and Sport Award 2021".

É uma distinção atribuída todos os anos, no Mónaco, a instituições de todo o mundo que promovam a paz, o diálogo e a mudança, através do desporto.

O Plano Nacional de Ética do Desporto é o responsável, em Portugal, pelo cartão branco, usado em várias modalidades para distinguir comportamentos onde o desportivismo sai vencedor.

É também o promotor da certificação de entidades desportivas com a bandeira da ética.

O coordenador do plano é José Carlos Lima, que, à TSF, explicou que o prémio, é a prova que as estratégias adotadas em Portugal, são as corretas.

O responsável pelo PNED diz que é natural que as campanhas incidam mais nas crianças, mas lembra que os adultos devem ter comportamentos que sejam também, exemplos para os mais novos.

Nesse sentido, um dos sonhos futuros de José Carlos Lima é levar o cartão branco, que já está vulgarizado nos escalões de formação, às modalidades profissionais.

Nesta conversa com a TSF, José Carlos Lima diz que são cada vez mais as federações desportivas que aderem às iniciativas do PNED.

O Plano Nacional da Ética do Desporto é um programa criado pelo Governo em 2021, no âmbito do Instituto Português da Juventude e do Desporto.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de